menu

Política

08/02/2013


Maranhão ironiza proposta de Anísio Maia

eleições 2014

O ex-governador José Maranhão (PMDB) ironizou, nesta sexta-feira (08), a proposta do deputado Anísio Maia (PT), que no início da semana propôs que a dobradinha PMDB/PT efetivada nas eleições estaduais de 2006 e 2010 seja reeditada em 2014, só que desta vez com o PT na cabeça da chapa majoritária e o PMDB na vice.

Durante entrevista ao programa Rádio Verdade, da Arapuãn FM de João Pessoa, no início da tarde, Maranhão disse que a proposta de Anísio só pode ser piada de “mau gosto”.

"Isso só poder ser uma piada de mau gosto, não vejo isso como viável ou verossímil dificilmente. Até por que o PMDB é a maior força política da oposição. Dificilmente o PMDB formaria uma chapa na condição de vice. Esta questão de candidatura é formada por dois circunstâncias: primeiro a própria musculata do candidato ou candidatos e segundo a expressão do partido", afirmou. 

Ainda sobre as eleições estaduais de 2014, o ex-governador não descartou a possibilidade de entendimento com o PSB, do governador Ricardo Coutinho, mas disse que considera muito difícil a aproximação. Segundo ele, os dois partidos estão muito afastados, por isso acha pouco provável o entendimento.

"Não estou dizendo que admito, nem que descarto a aliança", sustentou. 

Com relação à crise interna do PMDB, motivada pela a insatisfação do ex-senador Wilson Santiago, que se considera alijado do processo de discussão para a formação da chapa majoritária do partido, Maranhão disse que considera a discussão precipitada.

O ex-governador afirmou que a formação da chapa ainda não começou a ser discutida e não entende por que Santiago está reclamando. Ele disse também que sempre manteve um relação de lealdade e de correção com o ex-senador.