WS explica porque o maior legado de Azevêdo está na postura de afirmação ideológica, além do "meio bilhão" - WSCOM

menu

Política

10/04/2019


WS explica porque o maior legado de Azevêdo está na postura de afirmação ideológica, além do “meio bilhão”

Na imagem, o governador João Azevêdo durante solenidade

O jornalista e analista político, Walter Santos, em seu blog, trouxe nesta quarta-feira (10) uma análise aprofundada da real motivação ao que se comemorar nos 100 primeiros dias do governo João Azevêdo, que é a de manter a política de vanguarda e priorizar os que mais precisam. 

 

De acordo com WS, “João Azevêdo anda elencando como trunfo real da vida a existência de meio bilhão de investimentos em tempo de imobilismo e retrocessos no Governo Federal nos 100 dias mas, com todo respeito aos experts,  nada é maior do que seus compromissos históricos com quem mais precisa”.

Confira:

 

João Azevêdo: maior obra nos 100 dias é se assumir na vanguarda de ideais sem fugir dos avanços

 

Enfim, chegamos aos cem primeiros dias do Governo João Azevedo movido por inúmeras obras e estatísticas, sobretudo na segurança, economia e área social, algo festejado pelo próprio chefe do Executivo nesta quarta-feira mas, com todo respeito às suas conquistas, a maior delas é se manter na vanguarda das lutas sem ignorar a garantia dos avanços sociais. É simples: ele se apresenta com firmeza na condição de Progressista contra a pauta retrógrada de Ultra-direita de Bolsonaro sem perder a ternura.

Este componente ideológico não se sabia nesta intensidade porque João Azevêdo não teve histórico de Esquerda antes do PSB.

João Azevêdo anda elencando como trunfo real da vida a existência de Meio Bilhão de investimentos em tempo de imobilismo e retrocessos no Governo Federal mas, com todo respeito aos experts,  nada é maior do que seus compromissos históricos com quem mais precisa.

O governador assimilou há tempo e pôs em prática a essência de um Líder politico comprometido com politicas de inclusão social voltadas para a maior parte da sociedade costumeiramente, tempos atrás, que só servia de boiada e desprezo social.

Assumir a luta dos menos favorecidos e se fazer criticas com responsabilidade aos desmandos ideológicos do Governo Bolsonaro contra os pobres, os trabalhadores e os segmentos sociais da Paraíba, este é seu maior legado porque poderia estar com os mesmos números anunciados entretanto, longe dos ideais de inclusão e mais avanços sociais.

REALISMO PURO

João Azevêdo deixou claro na sua fala que o governo federal ainda vive momento de incertezas, falta de clareza portanto, onde na atualidade existe muito mais prejuízo do que benefícios.

Disse mais: falta planejar a educação, saúde, segurança e, o pior, a reforma da Previdência não é a reforma que se deseja. Na prática, segundo ele, os direitos do povo brasileiro precisam ser respeitados, discutidos.

Deixou bastante evidente que tem posição clara de que se faz preciso entender que o processo político necessita ter um resgate no pais e assim acha fundamental abrir a caixa preta do FPE.

Com a compreensão e conduta de quem se esforça para fazer o dever de casa, a Paraíba continua avançando sempre lembrada positivamente pelos indicadores nacionais.

SÍNTESE

João Azevêdo está acima do aspecto de pedra e do cal, sem nem admitir por perto a torcida contra de oposição, e segue seu caminho com identidade e ideologia de vanguardas.

O resto é o resto.

LEIA MAIS: CLIQUE AQUI E CONFIRA ESSA E OUTRAS PUBLICAÇÕES DO BLOG DE WALTER SANTOS