menu

15/04/2018


O Adeus a Guarabira, Mestre-de-obras da UFPB

Fim-de-semana de luto com a morte de Severino Duarte, mais conhecido e famoso Guarabira, o mais lembrado ex-Mestre-de-Obras que dez edificar muitos dos prédios do Campus I da Universidade Federal da Paraiba.

Guarabira era Pessoa próxima pelos caminhos do Destino da vida, já que foi morar no Castelo Branco II, na Rua Eurípedes Gadelha onde, defronte à nossa casa liderada por Maria Júlia (minha mãe e de Duda), ao lado de Bebé criou decentemente todos seus dignos filhos.

O ÊXODO E O TRABALHO

Guará, também assim chamado, chegou em João Pessoa nos anos 70 saido da dificil vida de sobreviver da Agricultura no Brejo paraibano adotando a Capital do Estado como moradia definitiva, dele e dos filhos.

Com Bebé teve Crispim (Desa), Nana, Graça, Val, Dora, Vando e Jardas fazendo -o um pai trabalhador, que nunca faltou comida e educação às crias – todas bem criadas e encaminhadas na vida com sucesso, mérito do velho Guará.

O CARA

Da Reitoria aos demais prédios do Campus I, Guarabira trabalhou na maioria das edificações, inicialmente como pedreiro, mas depois promovido pela habilidade profissional e dedicação ao trabalho.

Isto o fez distinguido e elevado na hierarquia para ser lider dos demais profissionais. Meritocracia foi o que elevou o status de Guará.

SINTESE

A UFPB, a família e amigos estão de luto mas agradecidos por sua grande contribuição dada como Pai, Amigo e Profissional.

Lá se foi um GRANDE Homem!

Notícias relacionadas