menu

20/10/2018


Márcio França se credencia para que governar São Paulo diante do desmonte midiático do ex-prefeito decadente

As eleições de 2018 trouxeram à baila a força incomum das Redes Sociais interferindo bruscamente na disputa presidencial, sobretudo depois de constatados os milhões de reais alterando o clima eleitoral, através da artificialização do Whatsap de forma vergonhosa.

É este cenário nacional que pode ser compreendido e adaptado nas cenas estaduais, sobretudo em São Paulo, onde a disputa pelo Governo mostra a gradativa queda conceitual/eleitoral do candidato e ex-prefeito João Dória em face do desmonte de imagem.

Em São Paulo, capital, Dória perde feio para Márcio França ( 62% a 30%).

FRUTO DO MARKETING FANTASIOSO

João Doria é um empresário vitorioso a partir do Business. Aprendeu como poucos a juntar ricos e fazê-los a expandir negócios. Detalhe: com ele ficando com sua parte.

Se transformou num “modelo” de gestor prometendo privatizar tudo e acabar com a influência politica , como se o problema fosse a Politica, que não é, e sim a cultura de apropriação indébita dos recursos públicos.

DESMONTE ANTI-PETISTA

Ele se apresenta como ícone anti-PT, anti-socialista sem querer admitir que ao longo dos anos sempre usufruiu de benesses públicos, como denunciou o governador Márcio França no recente debate da BAND, de que ele foi beneficiado pelo BNDES no Governo Lula para comprar uma avião particular com R$ 4.5 milhões.

Márcio França mostrou que tem conhecimento de causa, é politico Ficha Limpa com mais de 30 anos de atividades abrigando visão vasta e projetos políticos para resolver os vários problemas graves da sociedade paulista.

No debate da BAND, semana finda, ficou evidente a insistência doentia de Doria de querer tipificar Márcio de comunista, algo inverossímil, com o governador bem postado desmontando cada insinuação mostrando propostas de valor.

Em síntese, ao revelar apoios importantes como de Paulo Skaff e da maioria dos lideres tucanos, sem contar as forças democráticas, Márcio França se credencia para ser reeleito no Governo de São Paulo por ser candidato com valores verdadeiros, de valorização da Politica com P maiúsculo, nunca como o outro superficial, desleal e presunçoso sem méritos dai estar em plena queda.

Notícias relacionadas