menu

13/05/2018


A morte precoce de Rômulo e os efeitos políticos dentro e fora de Campina

Rômulo Gouveia

O mundo político da Paraíba e de Brasília acordou neste domingo do Dia das Mães com a notícia/tragédia da morte prematura do deputado federal Rômulo Gouveia fruto de infarto fulminante depois de uma semana internado com infecção urinária – sintoma que assim presumia grave problema no organismo.

Lá se foi um dos Políticos mais prestativos e anfitrião nota 10.

O falecimento de Rômulo cria impactos dado o fato de ainda ser jovem nos tempos de longevidade e gera uma lacuna impreenchível porque se trata de personagem que incorporou o espirito publico na essência enquanto vida teve na terra.

ORIGEM CUNHA LIMA

Conhecemos Rômulo Gouveia desde os primeiros passos nos Clubes de Mãe em Campina com Dona Glória Cunha Lima no final dos anos 70 seguido da relação que selou com o ex-governador Ronaldo Cunha Lima daí em diante, condição que manteve com senador Cássio até criar asas e gerar sua independência politica definitivamente.

Rômulo ascendeu com firmeza desde a base inicial de vereador em Campina passando à condição de deputado estadual depois federal até ser vice-governador ao lado de Ricardo Coutinho selando aí sua independência.

UM HOMEM PÚBLICO NA EXPRESSÃO DA PALAVRA

A classe politica e o serviço público brasileiro perdem um ativista na expressão exata de Servidor Público. Rômulo Gouveia nasceu talhado para esta missão enquanto vida teve sempre à disposição de servir.

EFEITOS IMEDIATOS

Com sua morte precoce ascende o primeiro suplente Marcondes Gadelha, outro Homem Público de valor, gerando vaga em espaço sem preenchimento igual no PSB da Paraíba e Gilberto Kassab perde um dos mais fiéis e aliados amigos de primeira hora.

Com a tragédia posta, o pré-candidato do PV ao governo, Lucélio Cartaxo, perde um grande apoio em Campina e fora dela porque Romulo tinha dedicação efetiva às suas bases.

Enfim, Campina Grande, a Paraíba e Brasília ficaram menores.

Notícias relacionadas