menu

Cultura

14/09/2019


Walter Santos realça decisão do Conselho de Cultura de reconhecer o talento de Pinto do Acordeon

Em artigo escrito para o Portal WSCOM, o jornalista Walter Santos destaca a decisão do Conselho Estadual de Cultura de integrar o cantor e compositor Pinto do Acordeon no Livro de Mestre das Artes (Rema), gerido pelo Governo do Estado da Paraíba, por meio do Conselho Estadual de Política Cultural (ConseCult-PB).

O artista passa a ser contemplado por meio da Lei Estadual nº 7.694/2004, que é a Lei também conhecida como “Canhoto da Paraíba”, que visa reconhecer, proteger e valorizar os conhecimentos, fazeres e expressões das culturas tradicionais do Estado.

Confira o artigo na íntegra:

 A Benção do Nego Pinto, agora reconhecido, e a todos os gênios da cultura à la Canhoto da Paraíba
Para Maria Júlia (in memorian) fã de Pinto, Mariz, Luciano Maia e Ivan Thomaz

O Conselho Estadual de Cultura tomou uma decisão muito importante na reunião da sexta-feira, 13, abrigando e reconhecendo Pinto do Acordeon como novo membro do programa REMA – espécie de “Recurso Memorial” para quem tem a dimensão do nosso grande compositor e cantor de nosso Piancó.

Muita gente nem se apercebeu, mas este gesto do Conselho de Cultura era uma aspiração mantida há tempo pelo Compadre “Nego Pinto”, padrinho de Vinícius, e de Madalena – a grande sustentação do extraordinário artista.

A barra anda pesada em torno de Pinto e este encaminhamento produzido pela sensibilidade especial do Secretário de Cultura, Damião Ramos Cavalcanti, simboliza o reconhecimento que em vida um talento do tamanho de Pinto sempre haverá de nutrir como forma de viver.

O fato é que o Governo do Estado na nova era contemporânea faz justiça ao Gogó de Luiz Gonzaga em pleno 2019.

Por fim, sou testemunha da história singular do maior sanfoneiro a partir da terra de maestro José Siqueira e de Elba Ramalho.

Viva Pinto do Acordeon, em nome de quem celebro a história de Canhoto da Paraíba, artista primeiro da sensibilidade cultural e humana da cantriz e ótima produtora Cida Lobo, a singular. Foi dela a iniciativa para sempre.

LEIA MAIS:
Pinto do Acordeon é aprovado Mestre no Rema pelo Conselho Estadual de Cultura


Portal WSCOM