menu

Paraíba

09/08/2019


Walter Santos explica porque João Pessoa deve homenagem a Manoel Gaudêncio

O multimídia e analista político Walter Santos expõe detalhes da vida vitoriosa do empresário Manoel Gaudêncio, proprietário do MAG Shopping, a merecer uma homenagem à altura de sua ousadia e bem querer pela Capital do Estado.

Leia a seguir:

Manoel Alceu Gaudêncio: 81 anos de Cariri e Campina para saber no presente ser há tempo Pessoense

Poucos sabem que em plena beira-mar do Atlântico, aliás em ambiente único no Brasil, tremula com força de vencedor a bandeira Gaudêncio em plena João Pessoa de ousadias com a imponência do MAG Shopping – ampla síntese da história caririzeira, depois campinense, construindo na melhor fase da vida o amor real pela Capital das Acácias.

Já se vão as horas de comemoração mas, aos 81 anos, Manoel Gaudêncio consolidou a história de um político movido a muita politica, que resolveu romper com a velha tradição do troca-troca pela ousadia de implodir um hotel à beira-mar para fazer erigir com seus filhos Delano e Gustavo a vitória da inovação mercadológica inigualável.

TRANSMUTAÇÃO

Manoel Gaudêncio é dos antigos líderes políticos o único com a capacidade de mostrar a mudança de rumo com tino empresarial diferente das confabulações meramente políticas.

A rigor, o mais importante Gaudêncio do pedaço já provou quase de tudo, enquanto médico, secretário de estado e deputado estadual ao lado de sua árvore frondosa chamada Dra Marisa, seu maior sustento para enfrentar os tsunamis da vida.

VIAJADO COMO O POVO DA TORRE

A Paraíba, João Pessoa em particular , deve uma grande homenagem a Manoel Gaudêncio pelo seu empenho e realização, mesmo sendo um bom viajante , conhecedor dos 7 Mares e eximio como poucos no domínio sobre Lisboa e Maiorca.

Se espremer, ele já deu volta ao mundo, como os meninos da Torre atrevidos na superação de conquistar os continentes longe da fome.

É desta consciência de empresário vencedor com sabedoria para entender a necessidade da redução das desigualdades que lhe fez, antes conservador interiorano, um admirador litorâneo e contemporâneo do resultado de vida e da história fenomenal em torno de Luiz Inácio Lula da Silva, sem ser comunista nem desleal.

Trocando em miúdos , ainda há tempo de cultuarmos em vida o reconhecimento à ousadia sem igual de um novo cidadão de João Pessoa. Isso faz tempo.

Viva Dr Manoel Alceu Gaudêncio!