menu

Política

15/05/2019


UNIÃO: Deputados minimizam divergências políticas locais e encampam luta contra o fechamento de Vara do Trabalho em Cajazeiras

Dra. Paula, Jeová Campos, Júnior Araújo e Wilson Filho defendem a manutenção da Vara do Trabalho

A luta contra o fechamento da Vara do Trabalho no município de Cajazeiras ganhou mais um reforço nesta quarta-feira (15). O deputado Wilson Filho (PTB), líder do blocão na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), anunciou adesão à luta que já vem sendo defendida por parlamentares da terra, a exemplo de Jeová Campos (PSB), Júnior Araújo (AVANTE) e Drª Paula (PP).

 

De acordo com Wilson Filho, o momento é debate sobre a geração de renda e empregos na cidade e região, portanto, o fechamento de uma vara do trabalho iria na direção contrária do debate.


“Em um momento que estamos debatendo a criação da Zona Franca do Semiárido Nordestino que terá como sede Cajazeiras e o Alto do Sertão, a pauta é aumentar a renda, as oportunidades, criação de postos de trabalhos. Portanto, isso nos coloca obrigatoriamente contra esta decisão. Iremos trabalhar pelo não fechamento desta Vara do Trabalho que irá prejudicar certamente aqueles que precisam e irão precisar, mais ainda, com a geração de empregos que irá chegar na região certamente com a aprovação da PEC”, lembrou.


AUDIÊNCIA NO TRT-PB


Os parlamentares estão se articulando para marcar uma audiência com o presidente Tribunal Regional do Trabalho na Paraíba (TRT-PB), desembargador Wolney Cordeiro, para tratar da questão.


O fechamento da 17ª Vara do Trabalho, localizada no município, irá prejudicar, diretamente, 154 mil pessoas de 12 municípios da região: Cachoeira dos Índios, Bom Jesus, São João do Rio do Peixe, Triunfo, Santa Helena, Bernardino Batista, Poço José de Moura, São José de Piranhas, Carrapateira, Monte Horebe e Bonito de Santa Fé.


Portal WSCOM