Um dia após a reforma da Previdência, Wellington Dias revela ações e perspectivas dos Estados para resolverem déficits - WSCOM

menu

Política

11/07/2019


Um dia após a reforma da Previdência, Wellington Dias revela ações e perspectivas dos Estados para resolverem déficits

O governador do Piauí, Wellington Dias, em contato EXCLUSIVO com o multimídia Walter Santos, revelou que aposta no Senado para incluir uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) e inserir estados e municípios na reforma da Previdência.

Na imagem o governador do Piauí Wellington Dias

Por Walter Santos/Portal WSCOM

EXCLUSIVO – Um dia depois da Câmara Federal aprovar em plenário a reforma da Previdência sem a inclusão de Estados e Municípios, o governador do Piauí, Wellington Dias, disse, em contato com o multimídia Walter Santos, que há aposta no sentido de que o Senado possa em uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) paralela incluir ambos, mas ainda assim sem saber se a Câmara aprovará a inclusão ou não.

 

“Então, vamos seguir na defesa e disposição de que novas receitas possam garantir cobertura do déficit da previdência dos Estados e Municípios”, disse ele para acrescentar:


“Bônus de assinatura, receitas do Óleo Excedente, tributação sobre Lucro e Dividendos, Securitização da Dívida, que é uma forma moderna e eficiente de cobrar sonegação, Royalties, conforme entendimento com presidente das duas Casas e Governo Federal que entenderam que precisa sair da reforma com alternativa para o déficit dos estados’, concluiu.

 

Segundo Wellington Dias, a “cobertura do déficit e investimentos são essenciais, pois assim ganham os servidores que terão segurança para quem já está aposentado ou pensionista e ganham os da ativa”.

 

E concluiu: “e ganham os estados e municípios pela chance de equilíbrio nas contas e retomada da capacidade de investimentos. Investimos é o que o Brasil precisa. É a grande reforma este ponto”.