menu

Paraíba

10/09/2019


Trabalhadores dos Correios entram em Greve Nacional a partir desta quarta-feira

Imagem meramente ilustrativa (arquivo)

O Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos na Paraíba (SINTECT/PB) conjuntamente com os trinta e cinco sindicatos da categoria em todo
o país realizam assembleia nesta terça-feira (10) para deliberar pela deflagração de greve geral por tempo indeterminado a partir da meia-noite desta quarta-feira (11).

Em comunicado, o sindicato afirmou que a categoria dos Trabalhadores dos Correios tentou negociar sem sucesso com a Direção da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), em Brasília, desde o dia 02 de julho. A principal reivindicação é a reposição salarial e nos benefícios integrais no valor acumulado da inflação do período 01/08/18 a 31/07/19, medida pelo índice Nacional de preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

“Reivindicamos a reposição do índice sobre os salários das referências salarias integrantes das Tabelas Salariais dos Níveis médio e superior. E aumento real de salário no valor de R$300,00 linear a toda categoria.  Os trabalhadores lamentam o impasse imposto pela direção da Empresa o que acarretará no movimento paredista de greve. O objetivo da categoria não é criar transtornos à população, mas garantir a manutenção dos direitos conquistados a duras penas em lutas passadas e avançar nas conquistas de novos direitos”, disse.

De acordo com o sindicato, a proposta que a ECT apresentou concede 0,8% de reajuste, o que corresponde a R$13,00 no salário base de carteiro; e retira direitos, como: exclusão dos pais do plano de saúde; redução do valor de hora-extra; redução de gratificação das férias; redução do valor pago no adicional noturno; redução de três meses de vale refeição; exclusão de várias cláusulas sociais, incluindo a que responsabiliza a empresa em acidentes de trânsito sofrido pelos empregados durante o expediente.  

Portal WSCOM