Empresários, produtores, artistas e moradores articulam Manifesto pela Paz e retomada da revitalização do Centro Histórico

    0
    2

    Dezenas de empresários, produtores, artistas e moradores do Centro Histórico de João Pessoa se reuniram nesta sexta-feira no auditório da Associação Comercial da Paraíba, na Rua Maciel Pinheiro, para construir agendas visando realizar um ato público pela Paz e em solidariedade ao ator Simão Cunha, bem como desenvolver ações que resultem na revitalização econômica, cultural e habitacional de toda a área.

    Relatos de diversos comerciantes, moradores e artistas revelaram que vinte anos depois da criação da ACERVO VIVO – Associação do Centro Histórico Vivo  – os problemas cresceram com a ocupação de setores pelo crack e assim gerando violência.

    A moradora Sânzia Pessoa explicou que a crise política entre prefeitura e governo em torno da Vila Sanhauá tem atrapalhado na chegada de serviços públicos porque uma parte se recusa a fazer se a outra for acionada.

    O presidente Rafael Bernardino explicou que apesar das muitas reuniões e pedidos formulados, os comerciantes em torno da Maciel Pinheiro continuam reclamando da falta de segurança,  da ata de estacionamento e de iluminação.

    Na reunião ficou decidido que será criado um calendário planejado  a próxima semana para encaminhar os novos passos do movimento pelo reaquecimento do Centro Histórico.