menu

Educação

07/10/2019


Tânia Bacelar recebe título de Professora Emérita da UFPE na próxima quarta-feira (9); veja os detalhes

Gestora foi reconhecida nacionalmente pelo seu trabalho em prol do desenvolvimento regional, tendo ocupado diversos cargos públicos federais e estaduais

Na imagem, Tânia Bacelar de Araújo

A professora Tânia Bacelar de Araújo, do Departamento de Ciências Geográficas, do Centro de Filosofia e Ciências Humanas, receberá o título de Professora Emérita da UFPE no próximo dia 9, às 10h30, no Auditório Reitor João Alfredo, na Reitoria, no Campus Recife. A solenidade será presidida pelo reitor Anísio Brasileiro.

 

Ela é graduada em Ciências Sociais e em Ciências Econômicas, especialista em Planejamento Global pela Cepal e possui doutorado em Economia pela Universidade de Paris I – Panthéon-Sorbonne (França). Aposentou-se em 2014, após 36 anos de contribuição à formação de estudantes na graduação e pós-graduação, à produção de conhecimento e ao desenvolvimento institucional da Universidade. Continua a desenvolver atividades na pós-graduação e no apoio institucional à gestão universitária.

 

Tânia Bacelar é reconhecida nacionalmente pelo seu trabalho em prol do desenvolvimento regional, tendo atuado na Sudene durante 20 anos como economista e sido diretora de Planejamento Global de 1985/86. Exerceu os seguintes cargos públicos: secretária de Planejamento de Pernambuco (1987/88), secretária da Fazenda de Pernambuco (1988/1990), diretora do Departamento de Economia da Fundaj (1990/1995), secretária de Planejamento, Urbanismo e Meio Ambiente do Recife (2001/2002), secretária Nacional de Políticas Regionais pelo Ministério da Integração Nacional (2003), e coordenadora do Grupo de Trabalho de Recriação da Sudene e da Sudam (2003). É sócia diretora da Consultoria Econômica e Planejamento (Ceplan), desde 1995.

 

A proposta de concessão do título é oriunda do Departamento de Ciências Geográficas do Centro de Filosofia e Ciências Humanas, por proposição dos professores Ana Cristina de Almeida Fernandes e Bertrand Cozic.

 

_
Portal WSCOM