STJ nega liminar e empresário Roberto Santiago permanece preso

0
5
Na imagem, o empresário Roberto Santiago durante audiência de custódia

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, na tarde desta segunda-feira (20), a medida liminar de Habeas Corpus impetrado pela defesa do empresário Roberto Santiago. Com a decisão, Santiago permanece preso, ao menos até a análise do mérito do pedido.

O ministro Felix Fischer, autor do despacho, ainda pediu informações sobre o caso do empresário e análise do Ministério Público Federal (MPF).

Prisão

A Polícia Federal efetuou a prisão preventiva do empresário Roberto Santiago no diz 22 de março, dentro da terceira fase da ‘Operação Xeque-Mate’, que visa desarticular um esquema criminoso de contratos de manejo do lixo e fraudes licitatórias na Prefeitura de Cabedelo.

 

Transferência

Após decisão da Justiça Militar, o empresário Roberto Santiago e o ex-prefeito de Cabedelo Leto Viana foram transferidos, no início da manhã do último sábado (18), para um pavilhão especial do Complexo Penitenciário de Mangabeira – Sílvio Porto, em João Pessoa.  

Portal WSCOM