menu

Paraíba

23/07/2019


Soltura de Roberto Santiago agora depende das cautelares a serem fixadas pela juíza Higyna Josita

A decisão do ministro Dias Toffoli de mandar soltar o empresário Roberto Santiago, através de liminar concedida nesta terça-feira, agora precisa das fases seguintes em especial da fixação das cautelares pela juíza Higyna Josita.

Leia mais: Presidente do STF determina a revogação da prisão do empresário Roberto Santiago

 No despacho do ministro, ele deixa explicito que a soltura fica condicionada a cautelares, que na prática se traduzem em condições a serem estabelecidas.

 Os advogados do empresário aguardam este novo estágio para as providências de remoção para sua residência.

 Fontes garantiram que nas próximas horas, os advogados devem se manifestar através de Nota expondo posicionamento sobre o caso.

Portal WSCOM