menu

Futebol

03/01/2013


Montillo vestirá camisa santista

Reforço

 A diretoria do Santos acertou a contratação do argentino Montillo, do Cruzeiro. Nesta quinta-feira, o clube alvinegro anunciou em seu site oficial o desfecho positivo na negociação com o jogador de 28 anos, que estava no futebol mineiro desde 2010. Logo após o anúncio, a página do Alvinegro Praiano saiu do ar por causa da grande quantidade de acessos.

O clube paulista adquiriu 60% dos direitos econômicos que pertenciam ao Cruzeiro por € 6 milhões (cerca de R$ 16,2 milhões). Os 40% restantes continuam ligados ao Banco BMG e a um laboratório, com 20% cada. Na negociação, ficou definido também que o volante Henriquevai retornar ao time mineiro. Em julho de 2011, o Peixe desembolsou pouco mais de R$ 6 milhões para tirar o atleta da Toca da Raposa.

O acordo foi sacramentado nesta quinta-feira, após reunião na Sede Administrativa do Cruzeiro, em Belo Horizonte. No encontro, estiveram presentes o presidente da Raposa, Gilvan de Pinho Tavares, o vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues, e o assessor da superintendência de esporte do Peixe, André Zanotta.

Na última quarta-feira, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, disse que gostaria de manter Montillo em 2013. No entanto, reconheceu que não seria possível:

– Ninguém segura nenhum atleta que não queira ficar no clube.

Montillo era o principal nome da lista de reforços elaborada por Muricy Ramalho para esta temporada. O jogador chega ao Alvinegro com a responsabilidade de assumir a camisa 10, vaga desde a saída de Paulo Henrique Ganso para o São Paulo, em setembro do ano passado.

O elenco do Santos se reapresenta nesta quinta-feira, no CT Rei Pelé. A data de apresentação de Montillo ao seu novo clube ainda não está definida já que ainda restam assinatura de documentos e exames médicos. O mesmo acontece com Henrique.

No início de 2012, o rival Corinthians tentou a contratação de Montillo. O argentino, na ocasião, declarou publicamente seu interesse em defender as cores do Timão, mas os dois clubes não entraram em acordo. O Alvinegro do Parque São Jorge havia oferecido € 8 milhões ao Cruzeiro, enquanto os mineiros pediram € 15 milhões, valores bem acima dos acordados na negociação com o Santos.