menu

Música

13/01/2013


Roupa Nova fez público na orla cantar

Em João Pessoa

O grupo Roupa Nova levou o melhor do romantismo para o público que compareceu à praia ao Busto de Tamandaré, na divisa das praias de Cabo Branco e Tambaú, na noite deste sábado (12), para conferir mais uma noite de atrações do projeto Extremo Cultural – Onde o Som Toca Primeiro. O público também foi contagiado pela animação e ritmo do show de Totonho, além do grupo Cavalo Marinho Infantil do Mestre João do Boi. O evento é promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Fundação Cultural (Funjope).

A multidão nas areias da praia entoou em voz alta versos como “Linda, só você me fascina” e “O teu amor chamou e eu regressei. Todo amor é infinito”, das músicas ‘Linda Demais’ e ‘A Viagem’, respectivamente, alguns dos grandes sucessos do Roupa Nova. O grupo trouxe à Capital o show da turnê Cruzeiro Roupa Nova, com direito a cinegrafia e trechos do DVD gravado em um transatlântico.

“É maravilhoso fazer uma apresentação em João Pessoa. Temos viajado por todo o Nordeste, mas gostamos muito de nosso público daqui”, disse Paulinho (voz e percussão). Serginho Herval (bateria, djembe, voz e vocal) destacou que eles estão percorrendo o país com o show do DVD lançado no ano passado, mas adiantou que está em vista a gravação de um novo projeto audiovisual.

“Neste novo trabalho vamos tentar mostrar ao público um pouco da história de cada um, desde os anos 1960, e como nossas vidas se cruzaram no Roupa Nova. Será um projeto completamente diferente”, explicou Ricardo Feghali (teclados, violão, guitarra, voz e vocal). O grupo também é formado por Cleberson Horsth (teclados e vocal), Nando (baixolão, baixo acústico, violão, voz e vocal), e Kiko (violão, guitarra, voz e vocal).

Abertura – O show de abertura do Extremo Cultural, neste sábado (12), ficou por conta da animação de Totonho. Em um trabalho que ele define como “embolada dance”, o M.C. animou a plateia apresentando uma mistura de música de raiz brasileira com ritmos latinos, indígenas e a música eletrônica.

“Eu sou de Monteiro, mas a minha história musical foi criada aqui. Eu sempre fico muito feliz em me apresentar em João Pessoa. É como se eu estivesse em casa”, frisou o músico. Ele também apresentou um repertório mais romântico e próximo da MPB.

Público – O casal Aelbo Alves e Clara Cristina viajou de Patos, Sertão, para João Pessoa especialmente para ver o Roupa Nova de perto. “Nós chegamos bem cedo para assistirmos o show da primeira fila. Uma das nossas músicas preferidas é ‘Cristina’, é como se fosse uma música do casal”, disse ele. Já os namorados Jonas Atanásio e Kaísa Araújo assistiram ao show abraçados cantando todas as músicas do Roupa Nova.

Mas o público não era composto só por casais. A advogada Mariana Noronha foi curtir as atrações da noite deste sábado (12) com os amigos. “A programação do Extremo Cultural foi muito bem elaborada, com grandes artistas. Hoje vim para ver Roupa Nova, mas pretendo conferir as atrações das outras noites”, contou.

Cultura Popular – A realização de grandes eventos pela PMJP proporciona ao público o contato com as tradições populares. Todas as noites antes dos shows são feitas apresentações de cultura popular. Neste sábado (12), a atração foi o grupo Cavalo Marinho Infantil do Mestre João do Boi. De acordo com Jocilene Cunha, conhecida como Tina, uma das integrantes do grupo, o Cavalo Marinho existe desde 1967 e vem continuando com o repasse da tradição de geração para geração.

“Estamos muito felizes com este apoio da Funjope e da Prefeitura em nos dar oportunidade de mostrarmos o nosso trabalho para o povo de João Pessoa, ainda mais em um evento tão grande como este”, afirmou Jocilene Cunha, que está no grupo desde 2005.