Roberto Santiago tem prisão mantida e é encaminhado para o 1º Batalhão da Polícia Militar, em João Pessoa

Na imagem, o 1º Batalhão da Polícia Militar

O empresário Roberto Santiago teve sua prisão preventiva mantida durante audiência de custódia realizada na manhã desta sexta-feira (22).

 

O juiz Henrique Jorge Jácome decidiu que ele ficará detido no 1° Batalhão da Polícia Militar, localizado no bairro do Varadouro, em João Pessoa.

 

OPERAÇÃO XEQUE-MATE

O cumprimento das medidas de busca e apreensão e prisão preventiva, na data de hoje, tem por objetivo inibir esquema de corrupção e fraudes licitatórias referentes aos contratos de manejo de resíduos sólidos (coleta de lixo) da Prefeitura de Cabedelo/PB.

 

Os contratos investigados superam a quantia de R$ 42 milhões. A operação contou com a participação de 65 Policiais Federais, sendo realizado o cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados, nos Estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, bem como 1 mandado de prisão preventiva.

 

Foram sequestrados 20 Imóveis dos investigados, avaliados em mais de R$ 6 milhões.