menu

Política

31/12/2018


Réveillon com Lula tem programação definida e apoiadores de todo o Brasil

Familiares, políticos e militantes vão se reunir na Vigília Lula Livre, que fica nos arredores da sede da PF em Curitiba

Na imagem, ex-presidente Lula

Apoiadores de todo o país devem chegar a Curitiba para passar os últimos momentos de 2018 e a chegada do Ano Novo próximos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Familiares, políticos e militantes vão se reunir na Vigília Lula Livre, que fica nos arredores da sede da Polícia Federal. Nesta segunda-feira (31), completam 269 dias em que Lula é mantido como preso político.

 

O intuito dos apoiadores é oferecer calor humano ao ex-presidente, que tem o seu isolamento agravado por conta dos feriados das festas de final de ano, quando os presos são impedidos de receber visitas. Nos dias 24 e 25, cerca de 500 pessoas estiveram em Curitiba para celebrar o Natal com Lula.

 

No dia 1º, os organizadores da vigília planejam um ato simbólico de passagem da faixa presidencial. “O certo seria a Dilma passar a faixa para o Lula”, diz Ricardo da Silva, que participa de uma caravana que parte de São Bernardo do Campo, no ABC paulita, com destino à capital paranaense. “O que vamos ter em Brasília é um embuste, resultado de notícias falsas, de campanha com caixa 2, a posse que nós consideramos adequada vai acontecer em Curitiba.”

 

Também está sendo organizado o Lulabraço, às 15h do primeiro dia de janeiro: “um amoroso abraço gigante, formado por toda a militância, de mãos dadas ao redor do quarteirão, será a nossa forma de abraçar Luiz Inácio Lula da Silva”, informam os organizadores.

 

Confira a programação do dia 31

9h – Bom dia Presidente Lula com as Mulheres pela Liberdade do Lula
10h – Atividades artísticas, culturais e poéticas
14h30min – Boa tarde Presidente Lula
15h – Atividades artísticas, culturais e poéticas
19h – Boa noite Presidente Lula
19h15min – Ato político com representantes das Caravanas e convidados
20h – Ato inter-religioso
21h – Confraternização de final de ano
23h – Virada do ano Lula Livre

 

“2018 está quase acabando. Mas nem sei dizer quando este ano começou. Talvez tenha sido lá em 2014”, diz trecho do vídeo de fim de ano produzido pelo Comitê Lula Livre que rememora a crise que começou com a derrubada da ex-presidenta Dilma Rousseff e culminou com a prisão de Lula em abril deste ano, quando o time da Lava Jato decidiu tirar “o cara do jogo”. “Agora o mundo está ao contrário. O juiz que condenou sem provas já é o capitão do outro time. O capitão, que é amigo do motorista, é quem vai dirigir e sem saber como”.

Com informações Brasil 247