menu

Policial

24/04/2019


Preso há 32 dias, Roberto Santiago contrata renomado advogado que já defendeu Joesley Batista e Eduardo Cunha

Ticiano Figueiredo atuará na defesa de Roberto Santiago (Arte: WSCOM)

Preso no 1º Batalhão da Polícia Militar desde o dia 22 de março, o empresário Roberto Santiago resolveu mudar os rumos de sua defesa. Ele contratou os serviços do advogado criminalista Ticiano Figueiredo, que já atuou na defesa do também empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo JBS, e do ex-deputado e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Roberto Santiago teve a prisão preventiva decretada durante a terceira fase da Operação ‘Xeque Mate’, que investiga irregularidades e apura a atuação de suposta organização criminosa em esquema de contratos de manejo do lixo e fraudes licitatórias na Prefeitura de Cabedelo.

De acordo com levantamento da Polícia Federal em parceria com o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB), com o auxílio da Controladoria Geral da União (CGU), Roberto Santiago teria operado diretamente em suposta compra do mandato do ex-prefeito Luceninha, no município de Cabedelo, e integrou o núcleo financeiro de organização criminosa montada durante a gestão do sucessor Leto Viana, preso na primeira fase da operação.

SOBRE TICIANO FIGUEIREDO

O advogado Ticiano Figueiredo é membro do escritório Figueiredo & Velloso, especializado em advocacia criminal. Ele já atuou na defesa de Eduardo Cunha na Operação Lava-Jato, quando o ex-deputado se tornou réu em dois processos, foi denunciado em outro e é investigado em mais três inquéritos. Na oportunidade, defendeu Cunha na ação penal em que ele é réu por suspeita de ter recebido propina de US$ 5 milhões relativa a um contrato da Petrobras para compra de sondas.

Ticiano Figueiredo também cuidou da defesa dos executivos do J&F no âmbito das operações Bullish e Greenfield, além das questões relativas ao acordo de delação premiada do diretor jurídico do grupo, Francisco de Assis e Silva, firmado com a Procuradoria Geral da República.

A informação da contratação do advogado Ticiano Figueiredo foi publicada inicialmente pelo site Polêmica Paraíba, e confirmada pelo Portal WSCOM.


Portal WSCOM