Polícia Militar prende suspeitos de ataque a Banco na cidade de São João do Rio do Peixe, no Sertão paraibano

Imagem reprodução

A Polícia Militar prendeu, na noite desta quarta-feira (13), oito integrantes de uma quadrilha suspeita de explodir o Banco do Brasil de São João do Rio do Peixe, na madrugada da última terça (12), no Sertão da Paraíba. Eles foram presos em um sítio, entre as cidades de Santa Cruz e São Francisco.

Com os suspeitos, a PM apreendeu sete motos, um carro, mais de 2.500 reais e uma pistola calibre 9 milímetros – que teria sido usada na ação, já que estojos de mesmo calibre foram encontrados no local do crime.

 

Imagem reprodução

 

De acordo com o tenente Thiago Feitosa, do 14º Batalhão, o bando já vinha sendo procurando pela PM.

 

“Já tínhamos informações sobre esse grupo, que teria atuação criminosa não só na Paraíba, mas também no Rio Grande do Norte, e depois da explosão ao banco de São João do Rio do Peixe, foi montada essa operação que conseguiu chegar ao local exato onde eles estavam escondidos”, disse.

 

O sítio onde os suspeitos estavam ficava em um local de difícil acesso. Eles estavam bebendo, possivelmente em comemoração ao crime, quando foram cercados pelos policiais militares. A operação contou com equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Ronda Ostensiva Tática com Apoio de Motocicletas (Rotam) e Força Tática do 14º Batalhão, além do 12º Batalhão.

 

Os presos, com idades entre 28 e 55 anos, são todos paraibanos. Eles foram levados com o material apreendido para a Delegacia de Polícia Civil, em Sousa. Três deles já tinham passagens pela polícia por homicídio, porte ilegal de arma e lesão corporal.

 

Prisões de suspeitos de ataques a bancos – A Polícia Militar prendeu 107 suspeitos de ações contra bancos na Paraíba, no ano de 2018, com a apreensão de mais de 70 armas e vários explosivos usados pelos criminosos nos crimes.