menu

Esporte

12/08/2019


Polícia do RN diz que só vai se pronunciar sobre morte de torcedor do Botafogo-PB após conclusão de investigações

Torcedor do Botafogo morreu na cidade de Ceará-Mirim-RN. Ele supostamente foi agredido pela Polícia Militar durante o jogo.

Eduardo Feliciano, membro da torcida Fúria Independente, do Botafogo PB morreu ontem após confronto com a Polícia no estádio Barrettão. (Foto: reprodução)

A Polícia do Rio Grande do Norte só vai se pronunciar sobre a morte do torcedor do Botafogo, de 27 anos, ocorrida nesse fim de semana durante partida entre o time paraibano e o Globo-RN, após as investigações serem concluídas. O jogo aconteceu no sábado (10), no estádio Barretão, na cidade de Ceará-Mirim, Região Metropolitana de Natal.

 

Imagens compartilhadas em grupos de WhatsApp serão analisadas para tentar elucidar o fato. As investigações terão um prazo de até 40 dias para serem concluídas. De acordo com a guia de solicitação de exame cadavérico assinado pela equipe médica do hospital, o homem de 27 anos tinha marcas de contusão no tórax e no rosto, além de intoxicação alcoólica e indícios de uso de drogas ilícitas.

 

Sepultamento

O sepultamento do jovem está programado para acontecer às 15h, desta segunda-feira (12), em João Pessoa.