menu

Policial

18/07/2019


Polícia Civil prende casal suspeito de torturar e acorrentar criança de 7 anos na cidade de Boqueirão

A criança foi encontrada acorrentada e com sinais de desnutrição e maus-tratos no último dia 10 de julho.

Foto: Reprodução / Whatsapp

O casal acusado de torturar e acorrentar uma criança de 7 anos, na cidade de Boqueirão, na Borborema do Estado, foram presos na manhã desta quinta-feira (18) pela Polícia Civil. A prisão preventiva de Maria Aparecida Sousa Silva e Edilson Cosme Albuquerque foi realizada em cumprimento a mandado da Justiça.

 

Sobre o caso 

A criança foi encontrada acorrentada e com sinais de desnutrição e maus-tratos no último dia 10 de julho. Ela estava sendo mantida em cárcere privado e teria sido espancada com fios elétricos, cordas e velas pela própria mãe. O casal chegou a ser ouvido, prestou depoimento, mas foi liberado porque livraram o flagrante e na época ainda não havia sido determinado a prisão preventiva. 

 

Um laudo do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) confirmou que a criança sofreu torturas e os principais suspeitos são a mãe e o padrasto do menino.

 

Sobre a criança

O menino de 7 anos permanece internado no Hospital de Trauma de Campina Grande, com estado de saúde considerado estável. Ainda não há previsão de receber alta médica devido aos fortes sinais de desnutrição. 

 

Imagem reprodução

 

LEIA MAIS: Operação prende suspeito de tráfico de drogas em Guarabira