menu

Futebol

30/06/2019


Pedro deseja escutar o Flamengo, Fluminense mantém jogo duro e staff trabalha por negociação

Pedro foi campeão do Torneio de Toulon pela seleção brasileira olímpica, mas não teve boas atuações — Foto: Fernando Torres / CBF

O Flamengo ganhou um aliado para dar prosseguimento às negociações com o Fluminense por Pedro: o próprio jogador.

O centroavante já conversou com o técnico Fernando Diniz sobre o tema, tem o desejo de ao menos escutar o projeto esportivo do Rubro-Negro e pedirá no início da semana que o presidente Mário Bittencourt esteja aberto a dialogar com o rival. O staff de Pedro e investidores do Artsul trabalham numa composição que convença o presidente tricolor.

Ciente da movimentação, o Flamengo aguarda uma sinalização para formalizar uma segunda proposta no valor de 12 milhões de euros. O cenário discutido nos bastidores é de que todo o montante seja todo direcionado ao Fluminense pelos 50% dos direitos econômicos que tem direito. A outra metade continuaria com o Artsul, que apostaria na valorização do centroavante a longo prazo.

Um dos argumentos colocados na mesa é de que a oferta de 12 milhões de euros por 50% que o Flamengo aceita formalizar representaria a maior venda da história tricolor proporcionalmente – em 2015, a Roma comprou 100% de Gerson por 16 mi de euros (70% para o Fluminense).

Diante da primeira recusa (proposta de 10 mi de euros por 70%), o staff de Pedro entrou em ação para buscar uma solução que ao menos dê continuidade às tratativas. A percepção dos envolvidos é de que a proposta do Flamengo está no padrão europeu e deve ser ao menos discutida. O montante é superior, por exemplo, ao princípio de acordo com o Real Madrid na gestão Pedro Abad.

As partes envolvidas entendem ainda que é improvável que uma nova oferta nos mesmos moldes chegue da Europa nesta janela de transferências. Além de voltar de lesão, Pedro teve desempenho discreto no tradicional Torneio de Toulon, pela seleção olímpica, onde participou de quatro jogos, não fez gol e terminou como reserva.

Procurado, Mário Bittencourt respondeu através de assessoria que o “posicionamento é o mesmo da entrevista coletiva de sexta-feira e imutável”. Já o Flamengo não comenta oficialmente qualquer negociação.

Os bastidores da novela, por sua vez, seguem em ritmo intenso. Agora, com a participação direta do personagem central: Pedro.


Globoesporte.com