menu

Saúde

02/10/2019


Outubro Rosa: Governo lança ações de prevenção ao câncer de mama

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES)/Coordenação de Saúde da Mulher e do Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC), lançou oficialmente nesta quarta-feira (2) a programação do Outubro Rosa, campanha de prevenção ao câncer de mama, cujo tema é “Perceba, sinta, fale antes que seja tarde demais”. A abertura aconteceu na sede do CEDC, onde as usuárias e trabalhadoras do serviço tiveram acesso a consultas especializadas com mamografias e biópsias. Além disso, teve apresentação da Banda Oficial da Polícia Militar da Paraíba, café da manhã e serviços de beleza.

A primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins, participou do evento e foi escolhida para ser a madrinha da campanha Outubro Rosa. “O tema deste ano é muito sugestivo e demonstra o cuidado que precisamos ter com o nosso corpo e a necessidade de realizarmos o diagnóstico precoce, isso fará toda a diferença. As ações serão desenvolvidas em toda a rede hospitalar estadual, direcionadas à prevenção do câncer de mama e câncer do colo do útero. Os números são preocupantes, então, é muito importante usar a rede de saúde e os mamógrafos disponíveis, além de conversar sobre o assunto em casa e com as amigas”, comentou a primeira-dama.

O secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, comentou que o Outubro Rosa é o mês de alerta para que a sociedade entenda a importância da mulher após os 40 anos de idade (ou após os 35 anos, se existirem casos de câncer de mama na família – mãe, irmã ou filha antes dos 50 anos) realizar anualmente a mamografia.

“No país, por ano, nós temos, praticamente, 60 mil casos novos de câncer de mama. Mais de 90% das mortes poderiam ser evitadas se a doença fosse diagnosticada precocemente porque atualmente existem recursos como a radioterapia, quimioterapia e imunoterapia, que permitem a cura da grande maioria dos casos. O CEDC tem um equipamento de última geração, um mamógrafo digital com uma resolutividade perfeita que todos os usuários do SUS podem ter acesso”, afirmou Geraldo Medeiros.

Este ano, a campanha terá uma vasta programação com atividades por todo estado, durante todo o mês de outubro. “Todos os meses são importantes, mas o Outubro Rosa traz um chamamento especial para o cuidado da saúde mamária. Reforçamos que as mulheres precisam procurar os serviços de saúde para cuidar das mamas. O Estado da Paraíba tem todo o aparato de oportunidades para o diagnóstico precoce do câncer de mama, a exemplo do CEDC”, informou a diretora-geral do CEDC, Roseane Machado.

Dados – Em 2019, já foram registrados 210 óbitos por câncer de mama e 85 óbitos por câncer de colo do útero. Ano passado, foram 260 óbitos por câncer de mama e 147 óbitos por câncer de colo do útero. Já em 2017, foram registradas 217 mortes por câncer de mama e 148 por câncer de colo do útero.

Na Paraíba, estima-se que no biênio 2018/2019 terão 880 novos casos de câncer de mama e, desses, 240 ocorrerão na capital. No que se refere ao câncer de colo do útero estima-se 370 novos casos para o Estado e 80 novos casos para a capital.
 
Programação – Nos dias 15, 22 e 29, haverá o treinamento de qualidade em Citopatológico para as Macrorregiões de Saúde (1ª, 2ª e 3ª), na prevenção do câncer de colo do útero, orientações sobre o exame clínico das mamas e Sistema “Siscan”; no dia 26, terá distribuição de cartilhas às Unidades de Atenção Básica, com orientações para a coleta dos exames Papanicolau e clínico das mamas.

Geraldo Medeiros
secretário de Saúde, Geraldo Medeiros

Os 223 municípios paraibanos receberão orientações para a intensificação das ações direcionadas à prevenção do câncer de mama e de colo de útero; realização de ações educativas na Rede Hospitalar Estadual, para profissionais e usuários dos serviços e, no dia 30, a SES encerrará as atividades com um café da manhã na sede da Secretaria.

Já a programação do CEDC acontecerá no período de 2 ao dia 31 deste mês, de segunda a sexta. Diariamente serão realizadas consultas especializadas, mamografias, biópsias, e ultrassonografias. Ainda haverá momentos de testemunho de quem teve câncer e ficou curada e ainda serão oferecidas tatuagens reparadoras e práticas integrativas. Dentre as ações ofertadas, o grupo Prima acolherá as usuárias com músicas nos dias 8, 9, 16 e 23.

Mamógrafos na Paraíba – Estão disponíveis para atender a rede SUS 18 serviços com mamógrafos, sendo 13 públicos e cinco privados, conveniados com o Sistema Único de Saúde. Os exames de mamografias são ofertados pelos municípios.

O número de mulheres na Paraíba na faixa de 50 a 69 anos é de 304.415. Abaixo dessa faixa etária são mamografias diagnósticas para os grupos com fatores de risco elevado para câncer de mama. Os exames de rastreamento no CEDC serão realizados em mulheres a partir de 40 anos de idade.

Por meio da Estratégia da Saúde da Família, bem como nos demais serviços de saúde, serão trabalhadas a importância do diagnóstico precoce e orientações à população feminina sobre as mudanças habituais das mamas em diferentes momentos do ciclo de vida e os principais sinais do câncer de mama.

No Hospital do Bem, localizado em Patos, há uma preocupação com o controle do câncer de mama. Naquela unidade são realizadas consultas com especialistas, exames de imagens e laboratoriais e o tratamento de quimioterapia para as mulheres diagnosticadas com câncer de mama. De setembro do ano passado até 31 de agosto, foram realizadas 55 cirurgias relacionadas ao câncer de mama naquela unidade hospitalar.

_

Portal WSCOM