menu

Policial

20/07/2019


Operação Nômade: Polícia prende suspeitos de tráfico, recaptura foragido e apreende arma

A Operação Nômade, realizada pela Polícia Militar nessa sexta-feira (19), na cidade de Santa Rita, resultou na prisão de três suspeitos de tráfico de drogas, de um procurado pela Justiça e na apreensão de uma arma que estaria sendo usada por um homem para fazer a segurança de um ponto de comercialização de entorpecentes. As prisões aconteceram em Tibiri, Várzea Nova e Alto das Populares.

“O reforço das ações e operações foi direcionado para os locais indicados pela nossa estatística e Serviço de Inteligência, combatendo o tráfico de drogas, retirando armas de circulação e prevenindo crimes dos mais diversos tipos”, explicou o comandante do 7º Batalhão, tenente-coronel Pablo Cunha, ao informar que durante todo o fim de semana o trabalho será intensificado.

Na operação, foi preso um foragido da Justiça que responde a cinco processos por tráfico de drogas, homicídio qualificado, homicídio simples, tentativa de homicídio e crime de trânsito. O acusado, de 36 anos, foi recapturado após os policiais abordarem o carro em que ele estava, que tinha passado em alta velocidade pelas viaturas e foi perseguido, na comunidade do Onze, no Alto das Populares.

As prisões realizadas em combate ao tráfico de drogas aconteceram no bairro de Tibiri e no distrito de Várzea Nova. No primeiro, foram presos dois suspeitos, de 23 e 21 anos, que estariam comercializando drogas em uma localidade conhecida por “Invasão de Tibiri”. Com a dupla, foram apreendidos mais de 20 papelotes de maconha prontos para a venda, embalagens para drogas e dinheiro. A outra prisão foi de um suspeito, de 20 anos, que estaria traficando na frente da própria casa, em Várzea Nova. Com ele, foram apreendidos 175 trouxas de maconha, dinheiro e um caderno com anotações da movimentação financeira da venda de drogas.

A arma apreendida na operação dessa sexta-feira foi uma pistola calibre 380, que estava com um homem de 21 anos, na rua das Pedras, em Várzea Nova. Ele é suspeito de atuar como segurança do tráfico, na localidade onde foi preso.


Portal WSCOM