XI Fenart elege universo circense como tema; próxima edição pode acontecer em ju - WSCOM

menu

Paraíba

14/10/2005


XI Fenart elege universo circense

A Fundação Espaço Cultural (Funesc) fez o lançamento na manhã desta sexta-feira, 14, da programação do XI Festival Nacional de Arte (Fenart). O Presidente da Funesc, Temístocles Cabral informou que no evento, que se realizará entre os dias 04 e 12 de novembro, o Espaço Cultural será decorado como um grande circo. Cabral informou também que o próximo Fenart deve mudar de data.

“João Pessoa tem uma lacuna no mês de Julho, que é um mês de férias e inclusive perde para outros estados como Pernambuco e Ceará que realizam eventos durante este período”. Desta forma o Fenart passará a ser realizado na 2ª quinzena do mês de julho de 2006, fortalecendo também seu caráter itinerário, a proposta é estendê-lo também para outros municípios como Bananeiras, Areia e Cabedelo.

O lançamento da programação, realizado no auditório do Hotel Caiçara, ilustrou um pouco do que pode esperar o público do festival, com direito a palhaço, músicas de roda e circenses como ‘Pai Francisco’, ‘Cai cai Balão’, ‘O cravo e a rosa’, ‘Eu fui no tororó’, entre outras.“A idéia é realmente fazer com que os 53 mil metros do Espaço Cultural estejam mergulhados neste universo”, informa Cabral. Segundo ele, o circo congrega todo o mundo imaginário, “todas as áreas, através do riso, do palhaço, desse mundo mágico. Sintetiza também as várias caravanas que estarão presentes neste festival”, completa.

O Fenart também homenageará os 60 anos da Orquestra Sinfônica da Paraíba. O momento alto do evento, promete Cabral, será o concerto da orquestra sinfônica com apresentação especial de Elba Ramalho, “o repertório será todo com músicas voltadas ao cancioneiro regional”. A apresentação abrirá o evento, dia em que a orquestra completa 60 anos. “A homenagem à orquestra não será só a celebração dos 60 anos no Fenart, mas também a sua reestruturação através de um projeto de lei que será encaminhado à Assembléia pelo governador do Estado.”O Festival – Serão mais de 13 mostras, entre elas, cinema, literatura, fotografia, artesanato, teatro, dança, música popular, arte popular, música instrumental, artes plásticas, além de seminários e workshops. “O objetivo do governo do Estado é que nós consolidemos esse evento como um dos principais do país”, continua.

Entre as atrações deste ano estão Lobão, Tom Zé, Escurinho, Beto Brito, no espaço dedicado a música popular; o escritor Ariano Suassuna falando dos seus 60 anos de vida literária; o espetáculo carioca ‘Orlando Silva, o cantor das multidões’ estrelado pelo ator pernambucano Tuca Andrade e o espetáculo português ‘Tão Longe’, na dança Cena 11 (SC) e Khoros e Spoudaios Cia de Dança (RJ).

Em todos os segmentos do evento foi dada ênfase aos artistas da terra, buscando dar um equilíbrio entre os grupos de outros estados e principalmente a “prata da casa”. A programação completa está disponível no final do texto.Descentralizar – Será dado continuidade à descentralização do evento, que vem sendo realizada desde 2003, desta forma, paralelamente as mostras do Espaço Cultural a Fenarte também será realizada nos bairros de Mandacaru, em Mangabeira, Tambaú, no Teatro Santa Rosa, na Usina Cultural Saelpa, no Casarão 34 e na UFPB.

Programação:

Música Popular
Escurinho(PB)

Lobão (RJ)

Clã Brasil (PB

Beto Brito (PB)

Star 61 (PB)

Casa de Farinha (DF)

Cabruêra, Chico Correa

Tom Zé (SP)

Dança
Cia dos Homens (PE)

Domínio Cia de Dança (RN)

Cena 11 (SC)

Khoros e Spoudaios Cia de Dança (RJ)

Cia Viva Dança (PB)

Teatro
Orlando Silva, o cantor das multidões (RJ)

Shi-Zen, 7 Cuias Lume (SP)

Fragmentos de Frida (PB)

Tão Longe (Portugal)

Sete Segredos Cia Mandala (DF)

A Insaciável – Grupo de Teatro Anunciada Fernandes (PB)

O Realejo – Grupo Bagaceira de Teatro (CE)

Caravanas da Ilusão (PB)

Os Desequilibrados (RJ)

Muito Barulho por quase Nada (RJ)

Literatura
Lançamento Coleção Funarte (Artes Visuais)

Participação Victor Ortiz, Ana Bela Gêiser e Fernando Cocchiarale

Lançamento do livro Historia da Fotografia no Brasil

Lançamento do Livro Historia Universal da Angústia, de W.J.Solha.

Cinema
Mostra Competitiva de Vídeo

O Senhor do Engenho, Bertrand Lira

O Meio do Mundo, Marcus Vilar

Por 30 Dinheiros, Vânia Perazzo

Quando Jorge Foi à Guerra, Tadao Miaqui

Cada um com seus Problemas , Sandra Kraucher e Edu Ramos

Contra Todos, Roberto Moreira

Soy Cuba, Um Mamute Siberiano, Vicente Ferraz

Cena Contemporânea
Música – Mercado Fonográfico, onde está a saída?

Expositores: Lobão, Gustavo Vasconcelos, Leonardo Solanzer, Felipe Lierena, Eduardo Montenegro, Xisto Medeiros e Carlos Aranha.

Literatura – 60 anos de vida de Literatura de Ariano Suassuna

(com palestra com o próprio)

Artes Plásticas – Colóquio Câmara Setorial Nordeste

Com Bruno Monteiro, José Albio, Sayonara Pinheiro, Ana Glafira, Dyogenes Chaves e Paulo César.

Notícias relacionadas