Wilson Filho discute com presidente do TCE realização de evento sobre transparência pública - WSCOM

menu

Política

28/02/2018


Wilson Filho discute com presidente do TCE realização de evento sobre transparência pública

“Muitos erros são cometidos por falta de orientação, na maioria das vezes os gestores não são orientados corretamente e tendem a errar por falta de informação mesmo"

O deputado federal Wilson Filho (PTB), coordenador da bancada paraibana na Câmara, esteve com o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), nesta terça-feira (27), conselheiro André Carlo Torres, para discutir a realização de um evento sobre transparência pública, em conjunto com o Tribunal de Contas da União (TCU), e com a Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara Federal, que é presidida pelo paraibano.

De acordo com o parlamentar, o TCE vem avançando muito no tocante ao acompanhamento e fiscalização  dos recursos públicos. Ele citou como fundamental a atuação do Tribunal na conscientização e educação dos gestores. “Muitos erros são cometidos por falta de orientação, na maioria das vezes os gestores não são orientados corretamente e tendem a errar por falta de informação mesmo. O TCE tem adotado esta postura de educar e não somente punir. O presidente André Carlos vem contribuindo Lara mudar esse cenário e tem meu total apoio e admiração”, relatou o deputado.

Ele destacou ainda que através do aplicativo e do site do TCE – PB a população pode acompanhar os gastos produzidos pelos gestores municipais. “Essa iniciativa do TCE é muito importante no âmbito do estado, pois dessa forma as prestações de contas municipais tem maior firmeza e fundamento”, disse Wilson.

Órgão público – O Tribunal de Contas do Estado (TCE) é instituição prevista na Constituição Federal para exercer a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do Estado e das entidades da administração direta e administração indireta, quanto à legalidade, à legitimidade, à economicidade e a fiscalização da aplicação das subvenções e da renúncia de receitas.

Notícias relacionadas