Volta às aulas em Realengo vai de apreensão a risadas - WSCOM

menu

Educação

19/04/2011


Alunos de Realengo reagem a retorno

Trajédia

Foto: autor desconhecido.

O dia do retorno às atividades na escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo (zona oeste do Rio), começou com expectativa sobre a reação dos alunos à volta ao palco do massacre de 12 estudantes no dia 7. Terminou com uma bagunça divertida entre adolescentes.

Os estudantes do 9º ano (entre 14 e 15 anos) foram os primeiros a voltar ao local.

Dos 140 matriculados, 74 compareceram -outros oito de outras séries foram porque queriam retornar à escola. Eles fizeram desenhos no muro do colégio, que ganhou um aquário.

Está previsto para hoje o retorno dos demais alunos. A volta dos estudos, porém, só deve ocorrer dentro de três semanas.

Apreensivos, muitos diziam não saber qual seria a reação ao entrar na escola. Na saída, brincaram com os jornalistas. "Uh! É a Tasso! Uh! É a Tasso!", gritavam em grupo, cantando e pulando.

"Estava receoso. Cheguei a pensar em não voltar. Mas meus dois irmãos estudaram aqui e me incentivaram a ficar. Agora é o momento de esquecer [o crime]", disse Marcos, 14.

A lembrança do crime provocou 21 pedidos de transferência -não foi divulgado quantos deles partiram de pais de alunos que estavam nas duas salas onde ocorreram as mortes.

O número foi considerado baixo pela secretária municipal de EDUCAÇÃO, Cláudia Costin, já que a escola tem 999 alunos.

Notícias relacionadas