Viúva de turista morto na Rodoviária divulga carta negando homossexualidade - WSCOM

menu

Policial

01/07/2016


Viúva nega homossexualidade de turista

CARTA ABERTA

Foto: autor desconhecido.

A viúva do turista morto no terminal rodoviário divulgou através de rede social na última quarta-feira, 29, uma carta-aberta autenticada onde conta a sua visão sobre a morte do marido, Gilvani Roberto da Silva, 65 anos, foi assassinado com uma facada na rodoviária de João Pessoa no último dia 20 por Ericson Rafael de Menezes, 28 anos.


De acordo com a polícia, vítima e acusado teriam um caso homo afetivo e o termino desse relacionamento teria motivado o crime. Creuza de Fátima Silveira da Silva, viúva do turista, publicou através do perfil sua sobrinha nas redes sociais, uma carta-aberta autenticada onde nega a homossexualidade do marido.


No documento protocolado por Creuza em Brasília, ela narra os acontecimentos vividos na capital Paraibana, quando veio reconhecer o corpo do marido, o encontro que teve com o criminoso e também a conversa com os policiais que investigavam o caso.

 

Leia carta na íntegra:
 

Notícias relacionadas