Viola brilha e tira o Bahia da zona da morte na Série B - WSCOM

menu

Mais Esporte

20/08/2005


Viola brilha e tira o

Na noite em que confirmou sua permanência até o final da temporada, Viola justificou o elevado salário que recebe no Bahia (cerca de R$ 70 mil). Jogando na Fonte Nova, o atacante marcou dois gols na vitória por 3 a 0 sobre o São Raimundo, em Salvador, e tirou seu time da zona do rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro.

“Não há nada, não assinei nada e não conversei com ninguém do Flamengo ou de qualquer outra equipe. Meu compromisso é com o Bahia e, para que ninguém esqueça, tenho contrato até 31 de dezembro”, afirmou o avante, que recebeu o terceiro cartão amarelo e não enfrenta o Sport, na próxima terça-feira, no Recife.

O resultado faz o clube baiano subir da 18ª para a 14ª colocação, agora com 22 pontos. Além disso, o time reage após a goleada por 4 a 0 sofrida diante do Náutico, em Pernambuco, e volta a triunfar depois de duas rodadas.

Já o São Raimundo também permanece em situação complicada, faltando três rodadas para o término da primeira fase. Os comandados pelo ex-lateral Luiz Carlos Winck somam os mesmos 22 pontos, mas aparecem em 16° por causa do saldo de gols (menos seis contra menos oito).

Outro fator comemorado pelo Bahia foi a reação do ataque. O time não marcava mais de um gol em uma mesma partida desde o dia 21 de junho, quando goleou o CRB por 5 a 0, na Fonte Nova (sete jogos).

Os amazonenses, porém, acumulam o segundo confronto seguido sem balançarem as redes. Na rodada passada, o clube foi batido por 2 a 0 pelo Santo André, no ABC. Antes, o time de Manaus havia goleado o Náutico por 4 a 0.

Nas últimas três partidas, o Bahia enfrenta Sport (f), Santo André (c) e encerra sua participação contra o Paulista (f). Já o São Raimundo vai a campo contra União Barbarense (c), Anapolina (c) e faz seu último jogo diante do Ituano (f).

O jogo

Precisando do resultado positivo, o Bahia começou a partida no ataque e não demorou a abrir o placar. Após confusão na área do São Raimundo, a bola sobrou para o atacante Viola chutar forte e marcar o terceiro gol dele na Segundona.

Quando o Bahia parecia iniciar uma goleada, o adversário conseguiu reagir. Chegando com facilidade ao ataque, o time tinha mais posse de bola, mas sem criar grandes oportunidades.

Mesmo pressionado, o Bahia conseguiu ampliar a vantagem. Aos 25min, Marcus Vinícius recebeu lançamento e fez o levantamento para a área. Viola subiu de cabeça e anotou o segundo dele na partida.

O gol fez os baianos trabalharem melhor a bola e chegarem ao terceiro aos 35min. Cícero cobrou falta próxima à área com violência e acertou o canto direito de Flávio Mendes.

Na volta do intervalo, o Bahia reapareceu com Magno no lugar de Jajá. Apesar da alteração no meio-campo, o São Raimundo começou a etapa complementar pressionando novamente. A primeira chance, no entanto, foi dos baianos.

Aos 6min, Viola evitou a saída de bola pela linha de fundo e tocou para Cícero, que lançou Uéslei. O atacante soltou a bomba e a bola passou raspando a trave esquerda da meta adversária.

A partir dos 20min, o Bahia passou a administrar o resultado. Dominando amplamente, o time da casa tocou a bola e sequer foi ameaçado pelo São Raimundo.

A melhor oportunidade veio aos 43min, quando Viola saiu de frente para Flávio Mendes, mas parou na bela defesa do camisa 1 rival. No final, o clube do Amazonas ainda perdeu o zagueiro Rogério, expulso.

Notícias relacionadas