Vigilante atira contra agente penitenciário dentro de hospital em Campina Grande - WSCOM

menu

Policial

21/03/2006


Vigilante atira contra agente penitenciá

O agente penitenciário Adailde dos Santos Sousa continua internado no Hospital Regional de Campina Grande. Ele foi atingido com dois tiros de revólver quando estava dentro do hospital praticados pelo vigilante da Empresa de Segurança Shanali, Tadeu Furtado Costa, de 32 anos que foi preso em flagrante e autuado na Central de Polícia de Campina Grande.

Segundo consta de levantamento feito pela polícia, o agente penitenciário está internado no Hospital Regional de Campina Grande desde quinta-feira passada acometido de pressão alta.

Na manhã desta terça-feira, por volta das 6 horas, a esposa de Adailde foi ao hospital visitá-lo, como fazia todos os dias. Ao chegar na portaria o vigilante Tadeu Furtado impediu a passagem da mulher e mandou que se ela quissesse visitar o marido teria que entrar pela área de serviço.

Após um bate-boca a mulher resolveu ir pela área de serviço, mas antes ouviu, segundo ela piada do vigilante. Ao chegar no quarto onde o marido estava à mulher contou o fato fazendo com que Adailde fosse ao encontro do vigilante.

Entre o vigilante e o agente penitenciário houve forte discussão. Tadeu Furtado sacou do revólver e efetuou disparos na ala de emergência do Hospital Regional. Dois disparos atingiram Adailde na perna direita de raspão e outro transfixou o tornozelo esquerdo.

Tadeu Furtado se trancou no banheiro, sendo preso por outros agentes penitenciários que estavam no local e depois entregue a Polícia Militar, sendo conduzido para a Central de Polícia.

Segundo o diretor do Presídio do Serrotão, tenente Paulo Guilherme, onde Adailde presta serviço, o agente penitenciário também trabalha no Hospital Regional. Existe informação da existência de uma rixa entre Adailde e Tadeu Furtado.

Notícias relacionadas