Vice-presidente da OAB na Paraíba condena ‘execração pública’ de Palocci - WSCOM

menu

Política

20/08/2005


Vice-presidente da OAB na Paraíba

O advogado José Ricardo Porto, vice-presidente da Secional paraibana da Ordem dos Advogados do Brasil, condenou hoje o que chama de ‘execração pública’ feita contra o ministro da Fazenda Antonio Palocci, acusado de receber propina.

Porto disse que entende que o Brasil está vivendo um momento difícil. Mas acredita que o País não vai suportar ‘essa onda irresponsável de denuncias’.

Ele defendeu que as denúncias feitas pelo doleiro Toninho Barcelo e pelo ex-assessor de Palocci, Rogério Buratti. ‘As informações prestadas por esses meliantes devem ser investigadas, propiciando aos acusados ampla defesa e contraditório, o que não se pode é levar a execração pública pessoas que não foram sequer ouvidas a respeito de denuncias que lhes foram endereçadas’, acrescentou Porto.

Para o vice-presidente da OAB na Paraíba, o Brasil passa por um momento inusitado. ‘Os bandidos condenados pela justiça brasileira por crimes perpetrados contra o sistema financeiro e corrupção no exercício de funções públicas é que estão dominando e amedrontando o cenário político nacional como se fossem os mocinhos do bem’.

Notícias relacionadas