Vereadores denunciam falta de gás e papel nas escolas municipais; Coutinho só te - WSCOM

menu

Política

20/10/2005


Vereadores denunciam falta de gás

Escolas sem gás e papel; alunos sem fardamento e baixos investimentos – estas foram as principais denúncias feitas hoje por vereadores sobre a atuação da Prefeitura de João Pessoa na rede municipal de ensino.

Pelas contas dos vereadores, a rede municipal de ensino já está sem gás há duas semanas. E, segundo levantamento feito pela bancada de oposição, o montante investido pela Prefeitura na área de Educação até o momento está aquém do previsto – somente 9% dos 25% determinado pela legislação.

Para os vereadores, os baixos investimentos já provocam reflexos. “Os estudantes não receberam fardamento e as escolas não receberam verbas do município, nem papel. Eles estão de mantendo com o que tinham e com recursos federais”, afirmou o vereador Benilton Lucena, que ainda cobrou a implantação do Plano de Cargos e Carreiras do Magistério.

“Soube, inclusive, que os alunos não desfilaram no dia 7 de setembro justamente devido a falta do fardamento”, confirmou o vereador Aníbal Marcolino, que foi o primeiro a destacar o tema durante a sessão ordinária de hoje.

Vacância – Os parlamentares destacaram também outro problema que a Prefeitura de João Pessoa atravessa, que é a falta de três secretários titulares.

“Ontem mesmo chegou, na Câmara, um projeto de lei do Poder Executivo criando mais uma Secretária, a de Habitação. Mas cadê os secretários?, indagou o vereador Aníbal Marcolino, lembrando que a criação deve comprometer R$ 500 mil do orçamento anual da Capital.

Notícias relacionadas