Verdão cai na real e foca a Libertadores - WSCOM

menu

Mais Esporte

26/10/2005


Verdão cai na real e

O empate por 1 a 1 contra o Fortaleza, no Castelão, pôs fim ao planejamento do Palmeiras, que ambicionava 30 pontos em dez jogos. Distante do título do Campeonato Brasileiro, o Verdão prioriza agora uma vaga à Libertadores 2006, e dará o primeiro passo nesta quarta-feira, diante do Figueirense, às 20h30, no Parque Antarctica.

Com o tropeço do Fluminense, que apenas empatou com o Brasiliense, em casa, na segunda-feira, a equipe do Parque Antarctica voltou a depender apenas de suas forças para garantir uma vaga no torneio continental.

“O Fluminense nos ajudou”, comentou o técnico Emerson Leão, sobre a oportunidade de chegar ao grupo dos quatro primeiros colocados do Nacional em caso de vitória sobre o Figueirense.

Na quinta colocação do Nacional, com 54 pontos, o Palmeiras pode ultrapassar o Fluminense caso supere o time catarinense. A equipe do Parque Antarctica ficará com um jogo a mais que os cariocas, mas ainda enfrentará o Tricolor na última rodada da competição, no dia 4 de dezembro, em São Paulo.

O jogo desta quarta também inicia uma série de três confrontos contra equipes “desesperadas” para fugir da zona de rebaixamento. Após o Figueirense, 18º colocado, com 37 pontos, o Verdão encara o Atlético-MG, (21º), no dia 30 de outubro, e o Flamengo (20º), no dia 3 de novembro.

Teoricamente fácil, a série inspira cuidados ao grupo palmeirense, que encampa o discurso de encarar todos os adversários com o mesmo respeito, principalmente porque todos os três clubes precisam urgentemente dos pontos.

“São equipes de tradição. É sempre difícil ganhar de times como o Atlético-MG e o Flamengo, independentemente do momento que essas equipes vivem na competição. Todos têm elencos de alto nível”, comentou o meia Juninho Paulista.

Para o encontro desta quarta, o Palmeiras não poderá contar com o volante Marcinho Guerreiro e o lateral Fabiano. Ambos levaram o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Fortaleza, no último final de semana. Na defesa, a equipe terá a volta do zagueiro Daniel, que cumpriu suspensão e atuará ao lado de Gamarra.

Para o lugar dos dois jogadores suspensos, o técnico Emerson Leão já confirmou os substitutos. No meio-campo, Roger recebe nova chance. Na esquerda, Michael também terá oportunidade.

Figueira embalado

Fora da zona de rebaixamento depois de 17 rodadas, o Figueirense vai a São Paulo embalado pela goleada por 4 a 0 sobre a Ponte Preta na rodada passada. Sem perder há quatro partidas (duas vitórias e dois empates), o time de Adílson Batista tenta agora se afastar das últimas colocações.

Diante do Palmeiras, o treinador poderá contar com o retorno do volante Rodrigo Souto, recuperado de lesão na coxa, e do atacante Adriano, voltando de suspensão. Por outro lado, o volante Carlos Alberto, que sofreu um corte no pé direito contra a Ponte, deixa o time.

PALMEIRAS X FIGUEIRENSE

Data: 26/10/2005 (quarta-feira)

Local: estádio do Parque Antarctica, em São Paulo (SP)

Horário: 20h30h (de Brasília)

Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)

Auxiliares: Júlio César Rodrigues (RS) e Paulo Ricardo Silva (RS)

Palmeiras

Marcos, Baiano (André Cunha), Daniel, Gamarra e Michael, Roger, Correa, Juninho Paulista e Diego Souza; Marcinho e Gioino

Técnico Emerson Leão

Figueirense

Gustavo; Paulo Sérgio, Vinícius, Cléber e Michel Bastos; Rodrigo Souto, Bilu, Marquinhos Paraná e Edmundo; Alessandro e Adriano.

Técnico: Adílson Batista

Notícias relacionadas