'Velha política' se mantém forte, mas está afetada, analisa Walter Santos - WSCOM

menu

Política

17/07/2018


‘Velha política’ se mantém forte, mas está afetada, analisa Walter Santos

FOTO: LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

O jornalista Walter Santos analisa, em seu novo texto, como será a repercussão do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e da prisão do ex-presidente Lula (PT) nas eleições deste ano.

O analista afirma que o posicionamento dos parlamentares sentirão elementos destes fatos nas ruas.

Leia:

‘A “velha politica” se mantém forte, mas está afetada com efeitos do Impeachment e da força de Lula

Quem acompanha a política partidária na Paraíba, como de sorte no Nordeste, atesta sem dificuldades que a velha tese da Lapinha sempre envolvendo Azuis e encarnados continua viva, muito viva. Nem de longe os efeitos da Lava Jato impedem o peditório sem fim dos eleitores em cima dos políticos bem parecendo a cena de urubus.

Impressiona como, apesar dos efeitos éticos estarem transformando eleitores em abstinentes, nem por isso há retração do velho pedido de dinheiro e favores absurdos pelos eleitores.

Dentro deste contexto, conclui -se que sempre haverá uma banda da situação e oposição envolvida com as pré-candidaturas ao Governo.

Houvesse consciência real dos fatos e ações gerados nos últimos 7,5 anos como conceito da nova política a realidade estaria noutro patamar.

EFEITOS DO IMPEACHMENT E LULA

Em 2018, afora a disputa localizada entre Situação e Oposição, alguns elementos advindos do Impeachment e de Lula vão ser sentidos na prática e nas ruas. Os senadores e deputados federais sabem bem do que digo porque no interior e nos grotões há entendimento majoritário sobre causas e efeitos da queda de Dilma e da prisão de Lula por um prisma diferente do que se posicionaram os parlamentares.

CÁSSIO

Na prática, concretamente, o senador Cássio Cunha Lima conviverá com o enfrentamento desses segmentos pró Lula em face de sua posição radical contra o PT e seus líderes.

Aliás, não só ele – embora no seu caso tenha sido porta voz do PSDB, Temer, etc. no afastamento de Dilma dando no que deu. Pior se fez na cena seguinte ao Impeachment mostrando flagrante de desvios por parte de figuras próximas, a exemplo de Aécio.

OUTROS

O mesmo dir-se-á de deputados federais paraibanos que votaram nessa mesma posição a favor do Impeachment.

Há vários casos de reações populares no interior do Estado.’

 

Notícias relacionadas