Vasco e Fla fazem primeira decisão no Engenhão - WSCOM

menu

Futebol

30/04/2011


Engenhão terá 1ª decisão amanhã

Vasco e Fla

Foto: autor desconhecido.

Quando Vasco e Flamengo pisarem no gramado do Engenhão, neste domingo, para decidirem a Taça Rio, estarão diante da nova realidade do futebol carioca. Com a volta do Maracanã prevista apenas para 2013 devido à Copa do Mundo, no ano seguinte, os dois times terão de escrever capítulos da eterna rivalidade em um novo templo.

Esta será a primeira vez que um duelo decisivo entre os rivais será disputado fora do antigo maior estádio mundo, depois de sua construção, em 1950. Foram inúmeras finais, sempre com casa cheia e que arrastavam multidões, diferentemente do que vai ocorrer nesses próximos anos.

Para o jogo de domingo, por exemplo, uma carga de 36.143 ingressos foi colocada à venda. Somando as gratuidades, o público presente deve ser de pouco mais de 40 mil pessoas.

Bem pouco, perto do que acontecia nos anos dourados do futebol. Até os anos 80, era comum o Maraca receber mais de 100 mil torcedores, como lembra o jornalista Luiz Mendes.

– Não havia cadeiras nas arquibancadas, o torcedor tinha a geral e isso causava uma superlotação. Hoje, onde cabiam três, só cabe um.

Testemunha ocular de jogos inesquecíveis entre Flamengo e Vasco, com o estádio abrigando rendas exorbitantes, Luiz Mendes revela um tom nostálgico por não ver mais públicos de um passado cada vez mais distante. No alto de sua experiência, com 16 Copas do Mundo no currículo, o comentarista destaca a sua preferência em relação ao tema:

– Para a imprensa em geral era muito bom ter um público de 100, 150 mil pessoas. Depois das regulamentações da Fifa, nunca mais teremos um estádio com essa capacidade.

Vasco e Fla decidiram um título fora do Maracanã apenas uma vez. Em 1944, o Rubro-Negro conquistou o Campeonato Carioca, atuando na Gávea. O jogo terminou 1 a 0, com um gol controverso de Valido.

JOGO POLÊMICO NA GÁVEA

A única decisão de fato fora do Maracanã, entre Flamengo e Vasco, gerou muita discussão no meio esportivo carioca em plena Segunda Guerra Mundial. Em outubro de 44, no estádio da Gávea, um lance marcaria a vida de muitos torcedores e de um argentino em especial. Depois de ser chamado às pressas para o duelo decisivo, o atacante Valido fez o gol do título rubro-negro depois de cometer uma falta no zagueiro Argemiro, segundo relatos da época.

O fato curioso é que o jogador já havia se aposentado do futebol, e só foi convocado para a missão porque o Fla perdera seus atacantes.

Notícias relacionadas