Valério se identificou como emissário do PT em Portugal, diz Palmieri - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

16/08/2005


Valério se identificou como emissário

O tesoureiro informal do PTB Emerson Palmieri confirmou nesta terça-feira em depoimento à CPI do Mensalão que viajou a Portugal para tentar angariar recursos financeiros para seu partido.

Segundo Palmieri, o então presidente do PTB, deputado Roberto Jefferson (RJ), o avisou que ele viajaria no dia seguinte com o emissário do PT a Lisboa. “Este emissário era Marcos Valério [publicitário apontado como o operador do ‘mensalão’]. Na Portugal Telecom, ele se identificou como Marcos Valério do PT do Brasil.”

Quem informou que Marcos Valério era o emissário do PT foi o então ministro da Casa Civil, deputado José Dirceu (PT-SP), de acordo com Palmieri.

O tesoureiro informal do PTB afirmou ainda que, durante a viagem, Valério lhe informou que os partidos iriam receber entre R$ 20 milhões e R$ 24 milhões, que seria dividido entre eles.

“Chegando na Portugal Telecom, fomos direto para o último andar onde o Marcos Valério foi atendido pelo sr. Miguel Horta. Eu e Rogério Tolentino [sócio de Valério] ficamos do lado de fora. Fiquei irritado porque fui para testemunhar o acordo e Marcos Valério não me deixou testemunhar. Meia hora depois, ele saiu da sala e me disse para irmos embora que estava tudo resolvido.”

Palmieri disse que Valério afirmou que o problema financeiro seria solucionado no Brasil em 20 dias.

O tesoureiro informal do PTB afirmou também que foi para testemunhar porque o PTB não confiava mais na palavra do PT e que ele perguntou a Marcos Valério porque ele não pôde testemunhar a conversa e Valério teria dito que o encontro foi reservado porque Miguel Horta não conhecia Palmieri e “ficaria constrangido”.

“É mentira que eu tenha ido para relaxar, foi exaustivo. Voltei mais cansado do que fui.” Palmieri também desmentiu as declarações de Valério de que teria pavor de Roberto Jefferson. “Estou no PTB há 30 anos e existe uma grande amizade entre nós.”

Palmieri acusou Valério de estar intermediando algum tipo de acordo com a Portugal Telecom. “Eu perguntei do encontro com a Portugal Telecom e Marcos Valério disse que a empresa tinha interesse nas teles, em especial na Telemig, e que ele estaria intermediando. Intermediando o que eu não sei.”

Notícias relacionadas