Ultimate negocia luta de Amanda no Brasil contra Holly Holm - WSCOM

menu

Esporte

01/02/2019


Ultimate negocia luta de Amanda no Brasil contra Holly Holm

LAS VEGAS, NV - JULY 09: Amanda Nunes of Brazil warms up backstage during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Cooper Neill/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Amanda Nunes subiu de patamar ao nocautear Cris Cyborg e acumular dois cinturões do Ultimate. E a organização negocia para escalar a campeã dos pesos galo e pena contra Holly Holm, dia 11 de maio, possivelmente na Arena da Baixada, estádio do Athletico Paranaense, em Curitiba, e sede do UFC 198, em 2016. A informação foi apurada, nesta sexta-feira, pelo Combate.com.

Segunda colocada do ranking oficial do peso-galo, Holly Holm estava escalada para enfrentar Aspen Ladd, a sétima, no UFC 235, dia 2 de março, em Las Vegas. Entretanto, na quinta-feira, em coletiva de imprensa para promover o evento, Dana White, presidente do Ultimate, respondeu à imprensa que ambas não estavam na atividade porque o combate não iria acontecer mais.

O Ultimate, que busca um card à altura da lotação da Arena da Baixada – cuja capacidade é de aproximadamente 45 mil pessoas – tem em Amanda Nunes a única representante do país com um cinturão. E uma luta contra a americana, famosa por ter sido a primeira algoz de Ronda Rousey no MMA, daria peso ao card.

Companheira de treinos e namorada de Amanda Nunes, Nina Ansaroff também negocia para atuar nesta edição. O UFC planeja escalar de “The Strina”, embalada por quatro vitórias seguidas, contra Tatiana Suarez, invicta na carreira.

A expectativa do UFC, como costuma fazer desde que voltou a sediar eventos no Brasil, é rechear o card com atletas locais. O curitibano Maurício Shogun, ex-campeão do Pride e do UFC, por exemplo, é um dos nomes cotados para integrar o show, mas precisa se recuperar de uma lesão sofrida na mão para confirmar presença.

Combate