UFPB já é atingida por corte de 30% e reitora aponta 'perplexidade': "Uma hora ela vai parar" - WSCOM

menu

Política

02/05/2019


UFPB já é atingida por corte de 30% e reitora aponta ‘perplexidade’: “Uma hora ela vai parar”

Na imagem, Margareth Diniz

 A reitora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Margareth Diniz, revelou nesta quinta-feira (2) que a Instituição já sofre o corte de 30% no seu orçamento, medida anunciada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, nesta semana. Segundo a gestora, a UFPB poderá sentir esses cortes já a partir do próximo semestre.

Margareth apontou ‘perplexidade’ com a ação do ministro e disse que o ato pode influenciar no dia a dia da instituição. 

“Perplexidade porque os recursos de custeio viabilizam os recursos da Universidade em seu dia a dia. Pagamos energia, água, telefone, terceirização, motorista, vigilante, limpeza, tudo com esse recurso”, disse à Arapuan Fm.

Segundo a reitora, há inclusive a possibilidade de inviabilizar totalmente a rotina acadêmica. Ela salientou que cortes já haviam sido feitos no passado, mas não na verba de custeio da Instituição.

“A gente fez uma adequação e era possível porque não era um montante tao significativo e nessa rubrica que era custeio. Tivemos contingenciado nosso recurso de capital, para equipamento, obras e investimento. Tudo bem, mas na hora que você corta o custeio, o dia a dia da instituição, uma hora ela vai parar”, comentou.

Por Redação / Portal WSCOM