UFPB admite criar campus universitário no Vale do Mamanguape - WSCOM

menu

Educação

17/08/2005


UFPB admite criar campus universitário

A Universidade Federal da Paraíba poderá criar um campus na região do Vale do Mamanguape. O reitor Rômulo Polari participou, ontem, de um debate, na cidade de mamanguape, sobre a possibilidade de implantação de um campus da UFPB na região.

O campus é uma antiga reivindicação das populações das cidades que compõem o Vale do Mamanguape e, desta vez, conta com o apoio de importantes lideranças políticas, entre deputados federais e estaduais e prefeitos de municípios da região.

No debate de ontem, realizado no Ginásio de Esportes do Instituto Moderno, além do reitor e parte do primeiro escalão da UFPB, participaram do debate os deputados federais Luiz Couto (PT) e Domiciano Cabral (PSDB), os deputados estaduais Ariano Fernandes (PMDB), Rodrigo Soares (PT), Tróccoli Júnior (sem partido) e Sargento Denis (PV), além dos prefeitos de todos os municípios do Vale do Mamanguape.

O debate sobre a implantação de um campus da UFPB na região surgiu a partir de proposta de técnicos da Universidade de criação de um centro avançado de extensão na região. A UFPB desenvolve diversos trabalhos de extensão no Vale do Mamanguape, desde apoio às comunidades indígenas até orientação técnica de agricultura familiar.

O reitor Polari acredita que existem as condições concretas para a implantação de um campus na região que atenderia, além dos 13 municípios do Vale do Mamanguape, também aos estudantes de Sapé.

O reitor, no entanto, reassalta que, para isso, é necessária uma discussão dentro da Universidade, para que, uma vez viabilizado o novo campus, este possa oferecer um ensino de qualidade.

O plano de expansão da UFPB está sendo elaborado a partir de dados extraídos do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), discutido nos centros, com a participação de professores, estudantes e técnico-administrativos.

A UFPB deve criar, até 2008, mais 20 novos cursos de graduação, além de 21 mestrados e 8 doutorados. A criação de um novo campus – no Vale do Mamanguape – depedende, ainda, de discussão interna na Universidade e de aprovação dos conselhos superiores da instituição.

Notícias relacionadas