Ucrânia espera por Shevchenko contra Espanha - WSCOM

menu

Mais Esporte

14/06/2006


Ucrânia espera por Shevchenko contra

KAMEN (Reuters) – Dúvidas sobre a forma física do artilheiro ucraniano Andriy Shevchenko e interrogações sobre os atacantes espanhóis dominaram a preparação para a partida de quarta-feira entre os dois favoritos a se classificarem pelo grupo H.

Shevchenko, ex-melhor jogador da Europa, tem sido tratado por uma contusão no joelho e sua participação contra a Espanha seguirá como dúvida até o último minuto. Embora ele tenha afirmado estar pronto para a partida, o treinador Oleg Blokhin ainda não decidiu se escalará o jogador.

“Estou me sentindo bastante bem”, disse Shevchenko a jornalistas depois de um treino de uma hora no Zentralstadion, de Leipzig.

“O treinador decidirá esta noite se eu vou jogar. Estou pronto para qualquer decisão que ele tomar.”

O atacante, de 29 anos, marcou gol no jogo preparatório de quinta-feira contra Luxemburgo na vitória por 3 x 0 e parece alegre nos treinos, mas Shevchenko tem sugerido que ele só estará completamente em forma para o jogo contra a Arábia Saudita, no dia 19 de junho.

“Estou trabalhando com o grupo e me sentindo muito bem. Esse período é importante para mim pois tenho que trabalhar para ficar em forma, possivelmente não para o primeiro jogo, mas para os outros depois”, disse o atacante.

O técnico Oleg Blokhin pode atrasar a decisão se o atacante vai jogar na quarta-feira até uma hora antes do apito inicial.

A Espanha chega à Copa do Mundo com a mais longa invencibilidade entre as 32 equipes, sem perder 22 partidas desde a última derrota e sua preparação parece correr bem a não ser em relação a forma de seus atacantes.

O capitão Raul parece ter que ficar no banco de reservas após falhar em recuperar o faro de gol depois de uma contusão séria no joelho, enquanto Fernando Torres, David Villa e Luis Garcia são os favoritos para começarem a partida.

INSTINTO MATADOR

O trio, no entanto, conseguiu marcar apenas um gol nos três jogos preparatórios e apesar de sua incontestável classe, eles ainda têm que mostrar o instinto matador.

O lateral argentino naturalizado espanhol Mariano Pernia deve jogar pelo lado esquerdo enquanto Marcos Senna, Xabi Alonso e Xavi parecem ser as primeiras escolhas no meio-de-campo.

Após uma história de decepções em Copas do Mundo, a Espanha com os pés no chão pode ser desta vez o triunfo da seleção.

“Historicamente não alcançamos bons resultados”, disse o técnico Luis Aragonés. “Não é muito difícil saber que as pessoas não botam muita fé em nós, mas chegou a hora de jogar um jogo de cada vez e mostrar o quanto nós somos bons.”

O técnico, de 67 anos, também não quis subestimar os rivais.

“A Ucrânia não é só o Shevchenko. Eles têm muitos outros jogadores de classe e vamos ter uma tarefa difícil em pará-los no contra-ataque.”

Já Blokhin disse: “Claro, com Shevchenko a Ucrânia é uma equipe, mas sem ele é outra. Se estou preocupado? São os espanhóis que devem estar.”

Se Blokhin começar sem seu capitão, Serhiy Rebrov deve ter Olexiy Belik como companheiro na frente.

Escalações prováveis:

Espanha (4-3-3):

1-Iker Casillas; 15-Sergio Ramos, 5-Carles Puyol, 22-Pablo Ibanez, 3-Mariano Pernia; 16-Marcos Senna, 14-Xabi Alonso, 8-Xavi; 11-Luis Garcia, 9-Fernando Torres, 21-David Villa

Técnico: Luis Aragones

Ucrânia (4-4-2):

1-Oleksander Shovkovsky; 5-Volodymir Yezersky, 6-Andriy Rusol, 17-Vladislav Vashchyuk, 2-Andriy Nesmachny; 14-Andriy Husin, 4-Anatoly Tymoshchyuk, 8-Oleg Shelayev, 21-Ruslan Rotan; 11-Serhiy Rebrov, 20-Olexiy Belik

Técnico: Oleg Blokhin

Árbitro: Massimo Busacca (Suíça)

Notícias relacionadas