TRT instala 5ª Vara do Trabalho nesta sexta-feira em Campina Grande - WSCOM

menu

Paraíba

01/06/2006


TRT instala 5ª Vara do

O Tribunal Regional do Trabalho inaugura nesta sexta-feira a 5ª Vara do Trabalho de Campina Grande. A solenidade está marcada para às 16 horas.

O presidente do TRT, juiz Afrânio Melo, antecipou que, além da instalação da 5ª Vara, também homologará a licitação para a construção do anexo administrativo do Fórum Irenêo Joffily, assinará a ordem de serviço para a construção da Vara do Trabalho de Itaporanga e o ato que disciplina a atuação dos estagiários do curso de Direito nas Varas do Trabalho.

A titular da Vara do Trabalho de Patos, Ana Paula Porto, será a juíza instaladora da nova unidade de Campina Grande. “É uma honra para o magistrado ser o instalador de uma unidade que vai melhorar, ainda mais, a qualidade dos serviços prestados à sociedade”, disse Ana Paula.

A instalação da 5ª Vara do Trabalho de Campina vai agilizar ainda mais a tramitação dos 8.140 processos nas atuais quatro unidades.

Até o ano passado Campina Grande tinha apenas três Varas do Trabalho. A 4ª unidade foi instalada por Afrânio Melo em outubro do ano passado, dentro das comemorações dos vinte anos do TRT na Paraíba, quando também foi entregue a Central de Mandados e Arrematações, para a agilização das intimações e leilões de bens para pagamento de dívidas trabalhistas. A central é coordenada pelo juiz David Coqueiro.

“Tenho a satisfação de entregar mais este serviço, a 5ª Vara do Trabalho, a sociedade de Campina Grande. Sempre que faço correição (fiscalização) em Campina, saio satisfeito com os prazos processuais e a atuação dos magistrados e servidores. E desta vez a satisfação será dobrada, com a

confirmação da construção do anexo administrativo para abrigar os setores de uma Justiça que não pára de crescer em tamanho e no conceito do povo”, disse Afrânio.

Segundo o diretor do Fórum Irenêo Joffily, juiz Normando Salomão Leitão, a nova unidade vai funcionar no 5º andar, ao lado da 4ª Vara. Todo o mobiliário e equipamentos de informática são novos. Os móveis, distribuídos em estações de trabalho, são ergonomicamente corretos.

Notícias relacionadas