Trigo volta a subir e provocará novo aumento no preço do pão; Procon inicia fisc - WSCOM

menu

Economia & Negócios

07/06/2006


Trigo volta a subir e

Um novo aumento do trigo deve ocorrer este mês, aumentando pela segunda vez o preço do pão na Grande João Pessoa. Nesta quarta-feira 7 o Procon municipal iniciará fiscalização para detectar se houve abusos no repasse do reajuste.

O Sindicato dos Panificadores garante que não. Eles dizem que sequer repassaram o primeiro aumento do trigo, de 15%. As planilhas ainda estariam sendo preparadas para que o reajuste finalmente reflita sobre o pão.

‘Está sendo esperado um novo reajuste no preço do trigo no próximo dia 19, que deve acarretar um aumento de até 10% no preço final dos pães’, informou o vice-presidente do Sindicato dos Panificadores da Paraíba (Sinpan-PB), Norberto Sales.

‘Estamos segurando os preços, até porque o trigo que usamos foi comprado no antigo preço. Mas a previsão é de que subam em torno de 10%”, garantiu Sales. Ele exemplificou dizendo que numa padaria cujo quilo do pão custa R$ 4,99, passaria a custar R$ 5,39.

Um a menos – Consumidores atestam, porém, que em algumas padarias da Capital houve redução da quantidade de pães vendida ao custo de R$ 1,00. A maioria subtraiu uma unidade.

‘Alguns panificadores resolveram adiar o aumento, mas a maioria já subiu’, confirmou um proprietário de padaria nos Bancários. Segundo ele, a previsão é que os consumidores, que hoje levam para casa em média sete pães por um real, passem a levar apenas cinco.

Portaria – – O secretário executivo do Procon Municipal, Sandro Targino, confirmou que até a tarde de hoje não foram verificados aumentos considerados abusivos.

Mesmo assim, o subsecretário executivo do Procon-PB, Murilo Padilha, informou que as fiscalizações vão assegurar se o aumento está sendo baseado no índice nacional.

“Estamos aguardando o repasse dos aumentos aos consumidores, bem como as planilhas de custos das padarias”, completou.

O subsecretário do Procon-PB informou que já foi aprovada uma portaria nacional que obrigada todas as padarias a venderem pão por quilo.

“Estamos esperando apenas ser editada pelo Governo Federal, o que deve ser feito até o final do mês”, afirmou.

Ele contou que em março foi realizada uma pesquisa em 36 padarias da capital, para saber se o preço anunciado por quilo estava sendo cumprido. Trinta e duas padarias foram autuadas.

Notícias relacionadas