Tribunal mantém condenação a Bolsonaro por declaração homofóbica - WSCOM

menu

Política

10/05/2019


Tribunal mantém condenação a Bolsonaro por declaração homofóbica

O presidente terá que pagar R$ 150 mil por danos morais

Na imagem, presidente Jair Bolsonaro

Na noite desta quinta-feira (9), o ‘Jornal Nacional’, da Globo, divulgou a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que manteve uma condenação do presidente Jair Bolsonaro por declarações homofóbicas.

 

Em 2011, Bolsonaro foi questionado em uma entrevista sobre o que faria se tivesse um filho gay. O político, na época deputado, disse que isso não aconteceria porque “eles (os filhos) tiveram uma boa educação”.

 

Condenado pela justiça, o presidente pediu esclarecimentos sobre a decisão. No entanto, o pedido foi negado porque o tribunal entendeu que a condenação era clara.

 

Bolsonaro foi condenado a pagar R$ 150 mil por danos morais. O presidente ainda pode recorrer aos tribunais superiores.

 

O Palácio do Planalto não quis se manifestar.

 

LEIA MAIS: Governadores reivindicam a Bolsonaro renovação do FUNDEB, liberação de recursos consolidados, propõe obras e revisão de cortes nas Universidades