Tribunal de NY evita arrestos de aviões da Varig até 21 de julho - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

21/06/2006


Tribunal de NY evita arrestos

Um tribunal de falências de Nova York adiou para 21 de julho um prazo para que a Varig devolva parte de seus aviões a companhias de leasing, aguardando solução sobre a venda da empresa para um grupo de funcionários.

O juiz do tribunal de falências Robert Drain prorrogou liminar que impede que alguns arrendadores recuperem os aviões, mas impôs certas condições, incluindo que a Varig prepare o retorno das aeronaves se o grupo que fez proposta para compra da empresa não conseguir sucesso na aquisição da companhia.

“Este tribunal não será responsável por tirar o plug da Varig da tomada”, disse Drain durante audiência nesta quarta-feira.

O juiz também marcou uma nova audiência sobre o assunto para a próxima quarta-feira, depois do prazo de sexta-feira para que o grupo de funcionários que fez a única proposta no leilão de venda da Varig deposite US$ 75 milhões para confirmar a compra da companhia. O grupo NV Participações ofereceu R$ 1 bilhão pela Varig.

O juiz Luiz Roberto Ayoub, responsável pela recuperação judicial da Varig, deu à NV Participações até sexta-feira para depositar os US$ 75 milhões para confirmar a compra da companhia.

A assessoria de imprensa da Varig informou que a companhia somente se pronunciará depois que for notificada oficialmente sobre a decisão de Drain.