Tribunal alemão proíbe exibição de filme sobre o canibal de Rotemburgo - WSCOM

menu

Entretenimento

03/03/2006


Tribunal alemão proíbe exibição de

KASSEL, Alemanha, 3 mar (AFP) – O filme americano “Butterfly”, inspirado na história do “canibal de Rotemburgo”, Armin Meiwes, não poderá ser exibido na Alemanha, sentenciou em Kassel (centro) a Audiência Provincial de Frankfurt.

O direito à privacidade do verdadeiro “canibal de Rotemburgo” tem mais peso que a liberdade de expressão artística e cinematográfica, afirmaram os magistrados da corte.

Apesar de Armin Meiwes ter provocado grande interesse entre os meios de comunicação com seu atos sem precedentes na história judicial alemã, isto não significa que deva ser objeto de um filme de horror, expressaram os juízes na sentença.

Meiwes, um técnico de computadores de 44 anos, que está sendo julgado pela Audiência Provincial de Frankfurt pelo suposto “assassinato” em 2001 do engenheiro de informática Bernd Juergen Brandes, de 43, “para satisfazer instintos sexuais”, tentava impedir a estréia de “Butterfly”, cujo título para o mercado alemão era “Rohtenburg”.

Notícias relacionadas