TRE analisa agravo pedindo adiamento do julgamento para juntar documento do MPE - WSCOM

menu

Política

30/07/2007


TRE analisa agravo pedindo adiamento

Já iniciou a sessão do Tribunal Regional Eleitoral que julgará ação de impugnação de mandato eletivo contra o governador Cássio Cunha Lima. O Pleno fez a leitura de relatório e neste momento aprecia agravo impetrado pelos advogados de defesa, onde pedem adiamento do julgamento.

No agravo, os advogados defendem a prorrogação do prazo para que sejam anexados nos autos do processo investigação completa, feita pelo procurador do Ministério Público Federal, José Guilherme Ferraz.

O advogado do governador, Luciano Pires, disse ao portal WSCOM Online que o procurador ouviu 300 beneficiados pela Fundação de Apoio Comunitário, que teriam isentado Cássio Cunha Lima de aliciamento nas últimas eleições.

A investigação foi omitida do parecer entregue pelo procurador a Corregedoria do TRE.

O agravo pede ainda que parecer emitido pelo Tribunal de Contas do Estado seja anexado ao processo como prova. Nele, o TCE atesta o respaldo legal do programa de distribuição de cheques e confirma a existência de provisão orçamentária.

Mais informações em instantes.

Notícias relacionadas