Chacina no Rio com 14 mortos tem denúncias contra a ação policial - WSCOM

menu

11/02/2019


Chacina no Rio com 14 mortos tem denúncias contra a ação policial

247 – Parentes das vítimas mortas durante operação da Polícia Militar no Morro do Fallet-Fogueteiro, na região central do Rio de Janeiro, na última sexta-feira (8), relataram marcas de facada nos corpos. Ao todo, a ação deixou 14 mortos.

A informação foi divulgada pela Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Rio de Janeiro. Um grupo de advogados da OAB esteve no domingo (10) no Instituto Médico-Legal (IML) do Rio acompanhando os familiares.

O presidente da comissão, Álvaro Quintão, disse que aguarda o laudo oficial das autópsias realizadas. “A informação que chega contradiz as informações da PM. Há informações de parentes sobre marcas de facadas nos corpos, o que provaria que não ocorreu somente troca de tiros. Estamos aguardando os laudos finais. As informações são de que eles [suspeitos] estavam se entregando e que a polícia não teve interesse em prender. A intenção era matar as pessoas”, afirmou Quintão.