EXCLUSIVO: NORDESTE revela Estudos e Propostas de Bolsonaro para os 9 Estados - WSCOM

menu

Política

30/12/2018


EXCLUSIVO: NORDESTE revela Estudos e Propostas de Bolsonaro para os 9 Estados

Foto: autor desconhecido.

Por Walter Santos/ Portal WSCOM

A nova edição da Revista NORDESTE conseguiu ter acesso a informações EXCLUSIVAS da equipe de Transição pontuando a base dos estudos e Propostas do futuro Governo BOLSONARO para os nove estados nordestinos nesta fase de alta expectativa no País e em particular no Nordeste brasileiro.

Segundo os estudos a que a NORDESTE obteve em primeira mão, “para o Governo Bolsonaro , a erradicação do analfabetismo jovem – adulto se constitui em prioridade da educação no seu Governo, além da excelência no ensino básico, fundamental e médio- todos na educacao”.

Neste sentido, traz a matéria, a prioridade de Bolsonaro na educação será “o fortalecimento do ensino técnico- profissionalizante, agora o reforço nas escolas modelo nos municipios”.

Segundo a reportagem, o ensino superior não é prioridade.

PARTE ECONÔMICA

O futuro Governo considera na ação economica que para alavancar novamente o desenvolvimento vai ampliar o crédito, sobretudo para o pequeno produtor rural e os pequenos empresários, através do Banco do Nordeste.

O governo Bolsonaro definiu o Plano de Ações do Nordeste projetando políticas para a fixação do homem no campo para reduzir o êxodo no campo.

Bolsonaro também já decidiu que para fomentar o desenvolvimento sustentável envolvendo o meio ambiente vai investir “em obras estruturantes no Nordeste como forma de aquecer a economia envolvendo recursos recursos e pessoal embarga escala”.

O governo Bolsonaro decidiu ainda investir no saneamento básico e pavimentação, através de políticas de saude e desenvolvimento regional dando papel relevante à FUNASA.

INOVAÇÃO E SEMI-ARIDO

Bolsonaro concluiu e está entre as ações de prioridade investir em inovação e no desenvolvimento de novas tecnologias.

Aliás, conforme o Plano de Metas definido, ele já decidiu firmar parcerias com estado e empresas de Israel para captação de recursos e tecnologias visando encarar e resolver a estiagem com medidas de dessalinização no semi árido.

Por Walter Santos