Edu Garcia/R7
A pesquisa RealTime Big Data para o governo do Estado de São Paulo, divulgada nesta sexta-feira (26), mostra pela primeira vez os candidatos João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB) empatados com 50% dos votos válidos.Os números apresentados mostram que o tucano Doria caiu de 53% para 50% e o candidato do PSB cresceu de 47% para 50% em relação à última pesquisa, divulgada na terça-feira (23).O resultado dos votos válidos considera apenas as intenções de voto direcionadas para um dos dois candidatos, sem contabilizar brancos, nulos e as menções de indecisos.

Na análise com votos totais, Doria permanece com 48% das intenções de voto e França é citado como o preferido agora por também 48% dos eleitores. Brancos e nulos somam 2%, enquanto 2% ainda não decidiram o voto.

Questionados sobre quem acham que vencerá as eleições para o governo de São Paulo, independentemente do voto, 54% citaram Doria e 41% disseram acreditar na vitória de França. Outros 5% não souberam responder ou preferiram não opinar a respeito.

Certeza do voto

O RealTime Big Data também perguntou aos eleitores sobre a possibilidade de mudar de voto até o comparecimento na urna, no dia 28 de outubro.

Entre os eleitores de Doria, 46% dizem ter certeza da escolha e 2% ainda admitem a possibilidade mudar de voto. Já os que citaram ter França como favorito, 44% garantem votar com certeza no candidato do PSB e 4% ainda podem mudar.

Dos 2% que declaram votar em branco ou nulo, 1% afirmam ter certeza sobre a decisão e os 1% restantes admitem que ainda podem mudar de ideia.

Rejeição

Na análise da rejeição dos candidatos, Doria foi citado por 40% dos entrevistados e o peesebista, por 27%. Outros 6% dos eleitores disseram rejeitar os dois e 27% não rejeita nenhum deles.

Na comparação com o levantamento anterior, a rejeição do tucano oscilou cinco pontos para cima. Ao mesmo tempo, a negativa do voto em França oscilou dois pontos para baixo.

Encomendado pela RecordTV, o levantamento, que ouviu 3.000 eleitores paulistas no dia 25 de outubro, tem margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, e nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada na Justiça eleitoral sob os protocolos SP-04178-2018/BR-0442-2018